Governo português desaconselha permanência em zonas do norte de Moçambique

Data:

O Governo português está a aconselhar os viajantes a evitarem a permanência em várias zonas da província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, afetadas por ataques atribuídos a “um movimento insurgente de matriz islâmica”, restringindo as deslocações ao imprescindível.
O aviso aos viajantes portugueses foi atualizado no portal da Comunidades Portuguesas do Ministério dos Negócios Estrangeiros.
Segundo o aviso, “a instabilidade e insegurança” na província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, “impõem cuidados de segurança adicionais”, uma vez que “têm sido noticiados vários ataques e incidentes graves” na região, nomeadamente nos distritos de Mocímboa da Praia, Macomia, Palma, Nangade, Quissanga e Pemba.
Os ataques são “alegadamente praticados por um movimento insurgente de matriz islâmica”.
Face a este cenário, é desaconselhada “a permanência nas áreas mais afetadas” e recomendado que “as deslocações se limitem ao imprescindível”, devendo, em caso de dúvida, “ser estabelecido um contacto com as entidades consulares”.
A vila de Mocímboa da Praia e aldeias do meio rural da província de Cabo Delgado têm sido alvo de ataques de grupos armados desde outubro de 2017, causando um número indeterminado de mortes e deslocados.
Um estudo divulgado recentemente em Maputo aponta a existência de redes de comércio ilegal na região e a movimentação de grupos radicais islâmicos, oriundos de países a norte, como algumas das raízes da violência.
Na terça-feira, residentes e autoridades locais disseram à Lusa que grupos armados que têm atacado aldeias no norte de Moçambique, provocando vários mortos, eram suspeitos de ter assassinado mais três pessoas.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.