‘Mayor’ madeirense é exemplo para novas gerações

Data:

 O ‘Mayor’ de Bridgwater, o madeirense Diogo Rodrigues, é um exemplo para outros jovens portugueses participarem na vida pública e chegarem “ao centro de decisão da vida política”, defendeu ontem o presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque.

“É essencial. Ele é um exemplo para novas gerações começarem a participar na vida pública para assegurarem a defesa da nossa comunidade nos lugares de decisão, e as câmaras municipais são um ótimo lugar para se começar, devido ao princípio de proximidade”, afirmou à agência Lusa.

Miguel Albuquerque falava à margem de um almoço com empresários onde estava presente Diogo Rodrigues, que viveu a maior parte dos 28 anos no Reino Unido e que foi eleito ‘Mayor’ pelos restantes vereadores da vila de Bridgwater, na região de Somerset, em 11 de maio, tornando-se no primeiro português a chegar a este cargo.

Embora seja uma função essencialmente cerimonial, o ‘Mayor’ é considerado o “primeiro cidadão” do município, e representa a autarquia em dezenas de eventos promovidos por negócios, escolas ou outras instituições, além de conduzir certas cerimónias oficiais.

O governante regional, que se deslocou a Londres para uma visita à comunidade madeirense, disse estar-se a “chegar a um ponto, que é a circunstância de as segundas e terceiras gerações da comunidade [portuguesa] começarem a participar na vida pública e a estarem no centro de decisão da vida política”.

O conselheiro permanente das comunidades madeirenses, Carlos Freitas, estima que cheguem a 300 mil o número de compatriotas no Reino Unido, incluindo descendentes.

Miguel Albuquerque chegou a Londres na quinta-feira para participar numa ação de promoção do turismo na Madeira, promovendo o património natural e a Floresta Laurissilva da Madeira, considerada desde 1999 Património da Humanidade pela UNESCO, ao mesmo tempo que decorria o Chelsea Flower Show, um dos mais importantes eventos hortícolas do mundo.

“A principal oferta [turística da Madeira] é a natureza, a paisagem, a hospitalidade, que os ingleses continuam a aproveita, e que agora é completada com o turismo ativo, como canoagem, ciclismo de montanha, caminhadas, mergulho”, referiu.

A visita a Londres culminou com a participação no 25.º aniversário do Clube Santacruzense de Londres, uma das associações portuguesas mais antigas no Reino Unido, que tem um protocolo com o Sporting Santacruzense da Madeira.

A principal atividade são as escolas de futebol de vários escalões etários que são frequentadas por cerca de 100 crianças e jovens acompanhados por adultos voluntários.

“É relevante o trabalho que esta associação faz, que é um trabalho de formação, de educação no âmbito de desportivo, de reforço dos vínculos entre a nossa comunidade”, elogiou o presidente do Governo Regional.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.