Expo’98: Hoje o Oceanário de Lisboa celebra 20 anos

Data:

É o segundo maior oceanário da Península Ibérica e foi considerado o melhor aquário do mundo pelo TripAdvisor em 2015 e 2017. O Oceanário de Lisboa celebra hoje 20 anos.

O Oceanário de Lisboa promove a proximidade com os oceanos e as suas 8000 criaturas marinhas. Aberto a 22 de maio de 1998, para a Exposição Mundiald e Lisboa, é o segundo maior oceanário da Península Ibérica e foi considerado pelo TripAdvisor, em 2015 e 2017, o melhor aquário do mundo.
Os designs conceitual, de arquitetura e de exibição são do arquiteto norte-americano Peter Chermayeff, e o seu pavilhão lembra um porta-aviões e está instalado num cais rodeado de água.
A data vai ser assinalada hoje pela administração do Oceanário de Lisboa e pela Fundação Oceano , com a presença do primeiro-ministro, António Costa, do ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, da ministra da Presidência e Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, e do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina.
Entre as criaturas marinhas da sua extensa coleção estão raias, recifes de coral, tubarões e lontras marinhas. Um grande aquário central, com cinco milhões de litros de água, representa o Oceano Global.
À sua volta, estão representados quatro habitats marinhos criando a ilusão de que estamos perante um só aquário. A visita desenrola-se em dois níveis, o terrestre e o subaquático.
A exposição temporária, ‘Florestas Submersas by Takashi Amano’, apresenta as florestas tropicais e os seus sistemas subaquáticos através do maior “nature aquarium” do mundo, criado pelo famoso aquascaper, Takashi Amano.
“As florestas tropicais são dos habitats mais ricos e diversos da Terra. Apesar de ocuparem menos de seis por cento da superfície do planeta, mais de metade da biodiversidade existente vive nestas áreas de floresta pristina, ainda intocadas e intangíveis para a maioria. Apesar da sua importância ecológica, estes habitats são, provavelmente, dos mais ameaçados do mundo”, refere uma apresentação sobre esta exposição, publicada no site do Oceanário.
Horário:
Aberto das 10h às 20h (última entrada às 19h)
Preços:
0 a 3 anos: gratuito
4 a 12 anos: 10€ para a exposição permanente e 12€ para as exposições permanente e temporária
13 a 64 anos: 15€ para a exposição permanente e 18€ para as exposições permanente e temporária
+ 65 anos: 10€ para a exposição permanente e 12€ para as exposições permanente e temporária
Família (2 adultos e 2 crianças até 12 anos; criança extra, 6,10€): 39€ para a exposição permanente e 47€ para as exposições permanente e temporária

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.