Juve Leo nega aval de Bruno de Carvalho para ação contra jogadores

Data:

O líder da Juventude Leonina, Nuno Mendes ‘Mustafá’, garantiu hoje que não houve qualquer pedido, sugestão ou sequer aval do presidente Bruno de Carvalho à claque para qualquer ação contra os futebolistas do Sporting.

“Em nenhum momento houve um pedido, sugestão ou sequer aval do presidente ou de qualquer elemento do Sporting para que a ‘Juve Leo’ desencadeasse qualquer ação contra os nossos jogadores, o nosso ‘mister’ (Jorge Jesus), o ‘staff’ técnico ou qualquer elemento da Academia de Alcochete”, disse Mustafá, durante a leitura de um comunicado à imprensa.

Mustafá justificou esta tomada de posição pública com os acontecimentos ocorridos na terça-feira na Academia de Alcochete e com o que tem sido veiculado pela comunicação social, recordando que a Juventude Leonina é “uma associação com 7.000 associados e que condena qualquer tipo de violência no desporto”.

Em face dos acontecimentos na Academia de Alcochete e a existência de elementos da Juventude Leonina que se encontram detidos e a responder em interrogatório judicial, Mustafá informou que vai ser instaurado um processo interno para averiguar o grau de envolvimento desses associados nos lamentáveis incidentes de terça-feira.

“Como sportinguista, condeno os atos praticados e em função das conclusões do inquérito, serão aplicadas as devidas sanções disciplinares”, disse Mustafá, que prometeu apoio incondicional aos jogadores e suas famílias, ao ‘staff’ técnico, muito especialmente a Jorge Jesus, à direção, ao presidente Bruno de Carvalho e aos sócios simpatizantes do Sporting.

A concluir, o líder da ‘Juve Leo’ apelou a todos os sportinguistas para que a final da Taça de Portugal seja “uma jornada inesquecível de apoio aos jogadores e à equipa do Sporting”.

Na terça-feira, antes do primeiro treino para a final da Taça de Portugal, a equipa de futebol do Sporting foi atacada na academia do clube, em Alcochete, por um grupo de cerca de 50 alegados adeptos encapuzados, que agrediram técnicos e jogadores. A GNR deteve 23 dos atacantes.

Paralelamente, a Polícia Judiciária deteve na quarta-feira quatro pessoas na sequência de denúncias de alegada corrupção em jogos de andebol, incluindo o diretor desportivo do futebol, André Geraldes, que foi libertado sob caução e impedido de exercer funções desportivas.

O cenário agravou-se com as demissões na quinta-feira da Mesa da Assembleia Geral, em bloco, da maioria dos membros do Conselho Fiscal e Disciplinar, instando o presidente do Sporting a seguir o seu exemplo, mas Bruno de Carvalho anunciou que se irá manter no cargo, apesar das seis demissões no Conselho Diretivo.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.