Tensão entre Israel e Irão pode incendiar de novo o Médio Oriente

Data:

Forças militares iranianas estacionadas  na Síria dispararam na noite de quarta-feira duas dezenas de projéteis, como ‘rockets’, contra as forças israelitas na parte dos montes Golã ocupada por Israel, declarou o exército israelita. Os projéteis, alguns dos quais foram intercetados pelo sistema de defesa antimíssil israelita, não causaram vítimas mas o exército israelita retaliou de imediato, indicou aos jornalistas o porta-voz do exército israelita, o tenente-coronel Jonathan Conricus.

O porta-voz, que não precisou a natureza da resposta do exército israelita, adiantou que os ‘rockets’ foram disparados pouco depois da meia-noite (22:00 em Lisboa) por homens da brigada “al-Qods” Iraniana sobre as linhas da frente do exército israelita nos Golã.

“Sabemos que isso vem da força al-Qods”, disse Conricus, adiantando: “O exército israelita vê este ataque iraniano contra Israel com grande severidade”.

O ataque ocorre num contexto de forte tensão entre israelitas e iranianos, após várias operações atribuídas ao exército israelita contra os interesses iranianos na Síria.

Um ataque na terça-feira à noite com mísseis “provavelmente israelitas” perto de Damasco teria morto 15 combatentes estrangeiros pró-regime, entre os quais oito iranianos, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, que indicou que o alvo foi um depósito de armas alegadamente pertencente aos Guardas da Revolução do Irão, força de elite do regime.

Antes, o exército israelita tinha informado que Israel se encontrava em “alerta máximo” face ao risco de um ataque na zona dos montes Golã – território sírio ocupado e anexado pelo Estado hebraico –, “após identificar atividade irregular das forças iranianas na Síria”.

Entretanto, o ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, confirmou que as Forças Armadas israelitas bombardearam “quase todas” as infraestruturas iranianas na Síria em resposta aos ataques contra posições nos Montes Golan.

Presidente francês pede fim da escalada de violência entre Israel e Irão

Por seu turno o presidente francês, Emmanuel Macron, apelou ao fim da escalada de confrontação entre Israel e o Irão na sequência daqueles ataques entre iranianos e israelitas.

Fontes do gabinete da presidência francesa disseram à France Presse que Macron apela ao fim da escalada e que vai abordar o assunto com a chanceler alemã Angela Merkel no encontro que vai decorrer em breve.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.