Bom Petisco alarga a oferta

Data:

A Bom Petisco, marca do portefólio da empresa conserveira Cofaco, alargou a oferta e dividiu os produtos em duas categorias.
Os ‘Clássicos’ são compostos por conservas de atum em óleo, ao natural e em azeite, enquanto os ‘Originais’ apresentam os produtos atum em azeite virgem extra e orégãos, pimenta da terra e ervas finais e, ainda, cinco pimentas.
A marca de origem açoriana pretende oferecer uma “combinação única entre a tradição da indústria e a irreverência”, garantindo que “todas as qualidades do atum são preservadas da forma mais tradicional e natural”, informa.
A Cofaco nasceu em 1961, do resultado da fusão de duas grandes conserveiras do Algarve, e tornou-se então o maior grupo conserveiro português, sediado em Vila Real de Santo António. Em 1962 instalou-se nos Açores.
Um ano mais tarde foi oficialmente inaugurada a fábrica na ilha do Pico, dando-se início à produção na primeira fábrica Cofaco nos Açores.
A Cofaco inaugurou em 1994 o pólo industrial de Rabo de Peixe, onde ainda hoje concentra grande parte da sua produção. A prioridade da Cofaco na oferta de produtos de máxima qualidade é também reconhecida internacionalmente, já que perto de 40% do volume de vendas se destina à exportação, numa presença global em mais de 30 países e nos cinco continentes.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.