Bons Sons: um dos festivais de verão mais procurados pelos portugueses

Data:

Bons Sons, vai em oito edições e já se tornou num dos festivais de verão mais procurados pelos portugueses.

De acordo com um estudo realizado pela organização, a maioria das pessoas (58%) que experimentou ir a Cem Soldos pela primeira vez, voltou lá uma ou mais vezes. Cem Soldos é uma aldeia que fica a cerca de seis quilómetros da cidade de Tomar, a poente da mesma e servida pela linha ferroviária do Norte, através da estação de Paialvo. Constata-se também que a satisfação geral é bastante elevada entre os visitantes. Mais de 87% declara-se muito ou totalmente satisfeito com o festival e 99% recomendá-lo-ia a amigos e familiares. Daqueles que vão pela primeira vez, 74% tem conhecimento do mesmo precisamente através de amigos e familiares.
O estudo realizado junto do público do Bons Sons mostra que há todo um país a convergir no calor da aldeia, em agosto. Em termos nacionais, o festival é visitado desde o Porto (15%) e região norte (24%), passando por Lisboa e grande Lisboa/Vale do Tejo, de onde provém a grande maioria (58%). Um dos grandes atrativos para os visitantes questionados é o facto de o festival fazer parte de algo maior, de um projeto comunitário, erguido por voluntários, pela amizade e pelo amor a um ideal. Os festivaleiros reconhecem esse ideal e sentem-se felizes por fazer parte dele.
A reunião com amigos e a possibilidade de fazer novos é outra das razões que leva milhares a Cem Soldos. Para os visitantes é possível perceber que o festival contribui também para uma imagem positiva de Cem Soldos, para tornar a comunidade mais aberta, para reforçar laços intergeracionais, para o sentimento de comunidade e contribui com benefícios económicos e receitas para projectos sociais na aldeia.
O programa do Bons Sons é realçado pela sua qualidade, pelo seu enquadramento na aldeia e pela forma como consegue transmitir energia e alegria durante os quatro dias de festival. E depois há a sustentabilidade, uma qualidade que o festival teima e teimará ter sempre. Realçando, novamente, o facto de ser erguido por voluntários, a ecologia está sempre presente de forma muito profissional e estimada.
Não há desperdícios e a reciclagem ou reutilização das já famosas canecas ou copos reutilizáveis são ponto de honra na aldeia. São, acima de tudo, algo natural. Já 72% dos nossos visitantes são solteiros. Os outros são comprometidos mas também com a música. Em Cem Soldos há bons sons, bons palcos, boas vibrações e boas amizades.
E amor de verão. O festival realiza-se este ano de 9 a 12 de agosto, sendo que o passe geral tem um custo de 30€ até 30 de abril, passando a custar 40€ de 1 de maio a 31 de julho, e fixando o seu preço final em 45€ em agosto. Já o bilhete diário tem um custo de 20€ até 31 de julho, subindo para os 22€ em agosto.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.