Taça de Portugal: Três tomba-gigantes na 4.ª eliminatória

Data:

Desportivo de Chaves, da I Liga, Leixões e Arouca, da II Liga, foram afastados da Taça de Portugal de futebol, por emblemas de escalões inferiores, nomeadamente Santa Clara (II), Farense e Caldas (Campeonato de Portugal).

Das 16 equipas presentes nos oitavos de final, que inclui os três ‘grandes’, Benfica, FC Porto e Sporting, o destaque vai para a presença de quatro ‘sobreviventes’ do Campeonato de Portugal, tantos como os da II Liga.

No único ‘duelo’ deste domingo entre equipas da I Liga, o Vitória de Guimarães levou a melhor sobre o Feirense e assegurou a passagem aos oitavos com um triunfo por 2-1, com golos de Héldon, aos quatro minutos, e Raphinha, aos 58. O Feirense, com menos um elemento em campo, ainda reduziu por João Silva, aos 78.

Em Ponta Delgada, o Santa Clara, da II Liga, surpreendeu o Desportivo de Chaves, da I Liga, ao vencer por 2-0, com golos ainda na primeira parte por Fernando, aos 19 minutos, e Vítor Alves, aos 23.

Santa Clara venceu o Desportivo de Chaves
Em Ponta Delgada, o Santa Clara, da II Liga, surpreendeu o Desportivo de Chaves, da I Liga, ao vencer por 2-0

O Farense, do Campeonato de Portugal, voltou a surpreender uma equipa de escalão superior na Taça de Portugal, ao vencer em casa o Leixões, da II Liga, por 2-1, numa partida em que recuperou de uma desvantagem.

Depois de, na ronda anterior, ter eliminado, também no Estádio de São Luís, o primodivisionário Estoril-Praia (1-0), o líder da Série E do terceiro escalão nacional bateu, desta vez, o quarto classificado da II Liga.

O Caldas, do Campeonato de Portugal, avançou para os oitavos de final pela primeira vez na sua centenária história ao vencer na receção ao Arouca, por 3-1 nas grandes penalidades, depois do 1-1 no tempo regulamentar e no prolongamento.

O Marítimo foi obrigado a tempo extra e não escapou a um valente susto para garantir a presença nos oitavos de final, eliminando a AD Oliveirense, do Campeonato de Portugal, por 3-2, graças a um ‘hat-trick’ de Rodrigo Pinho, que consumou a reviravolta no marcador aos 105 minutos.

Em Coimbra, na única partida disputada entre duas equipas da II Liga, a Académica venceu por 1-0 o Nacional, na estreia do técnico Ricardo Soares, e assegurou a continuidade em prova.

Moreirense e União da Madeira superiorizaram-se em casa frente a Felgueiras (5-2) e Freamunde (4-2), respetivamente, o primodivisionário Desportivo das Aves foi vencer ao terreno da União de Leiria (3-0), enquanto o Cova da Piedade, da II Liga, derrotou o Sporting Ideal (4-1), em Ponta Delgada.

Vilaverdense e Praiense juntaram-se a Caldas e Farense como representantes do terceiro escalão, ao vencerem duelos frente a equipas do Campeonato de Portugal, casos de Vizela (4-2 nas grandes penalidades, após 2-2 no prolongamento) e Vilafranquense (3-2 no prolongamento).

Lista das equipas qualificadas para os oitavos de final

I Liga (8) – FC Porto, Benfica, Sporting, Vitória de Guimarães, Rio Ave, Desportivo das Aves, Moreirense e Marítimo.

II Liga (4) – Santa Clara, Académica, União da Madeira e Cova da Piedade.

Campeonato de Portugal (4) – Farense, Vilaverdense, Praiense e Caldas.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.