Ribeira Grande: Câmara abre torre sineira ao público

Data:

As visitas, por marcação prévia, podem ser realizadas no período entre as 9.00 e as 17.00 horas, sempre acompanhadas por um guia. As marcações podem ser feitas através do número 296 470 730 ou pelo e-mail gaaleventos@cm-ribeiragrande.pt.
Na cerimónia de abertura das visitas à torre da igreja Matriz, o presidente da autarquia, Alexandre Gaudêncio, destacou a mais-valia desta iniciativa. “Trata-se de mais um ponto de interesse turístico que disponibilizamos na Ribeira Grande e estamos certos que será muito procurado pois oferece uma vista ampla sobre a costa norte e parte da zona poente da ilha”, referiu.
A igreja Matriz é dedicada a Nossa Senhora da Estrela e é uma das maiores e mais belas igrejas açorianas, estando classificada como imóvel de interesse público. O primeiro templo foi erguido no início do século XVI, mas alguns desastres naturais e o aumento da população levaram a sucessivas reparações ou reconstruções, datando a última do século XVIII.
Possui na fachada o estilo barroco da época mas é no seu interior que este monumento permite uma visão de movimento e fantasia criadora que primeiro fascina e depois convida a um olhar sossegado a cada um dos treze altares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.