Festa das Mães teve música e alegria em Gross-Umstadt

Data:

A Associação Marias Corações Portugal homenageou as mães no Clube Operário Português de Gross-Umstadt, Alemanha.

Foi mais uma grande festa da Marias Corações Portugal e não faltaram os ingredientes para uma grande noite de convívio e muita animação. Numa organização desta associação radicada na Alemanha, o Clube Operário Português de Gross Umstadt foi palco, a 13 de maio, da Festa das Mães. “Nós procuramos festejar sempre aqueles dias que são mais característicos em Portugal, e o Dia da Mãe é uma data especial. Aí, é celebrado no primeiro domingo de maio e aqui, na Alemanha, comemora-se no segundo domingo de maio. Decidimos então festejá-lo entre esses dois domingos e achamos que o sábado, 13 de maio, seria perfeito, para estarem as famílias juntas”, explicava Maria do Céu Kosemund ao ‘Mundo Português’, nas vésperas da festa.
Foi uma festa muito animada, num dia especial, a pensar em todas as mães que marcaram presença. Uma das atrações da festa foi a presença do mister Rafael e das misses luso-descendentes Michele, Eva e Gisela, vencedoras de concursos naquele país, acompanhadas das suas mães que também celebraram “um dia que é muito importante”. Antes da festa as misses fizeram uma sessão de fotos, realizada pelo fotógrafo Márcio Lopes, num campo rodeado de flores e também de barco no rio Reno e no espaço da empresa Ribeiro Gmbh, propriedade do empresário português Joaquim Ribeiro.
A garantir a componente musical estiveram a Banda Beto & Vítor e os cantores Enzo Lopez e Jorge Guerreiro, que encheram a sala de ritmos portugueses e de outros países lusófonos. Antes da atuação da banda já a sala estava a encher. Quem chegou mais cedo aproveitou para assistir ao jogo que deu a vitória ao Benfica frente ao Guimarães e, consequentemente, o título de campeão nacional de futebol.
E se a banda Beto & Vítor, formada por dois luso-descendentes, tocou vários ritmos, da música popular à tradicional, passando ritmos de outros países lusófonos, o cantor luso-angolano Enzo Lopes conquistou o público que, ao som cativante da kizomba, encheu a frente do palco – e houve até quem arriscasse uma coreografia, prontamente seguida por outros.
Mas o artista mais aguardado foi Jorge Guerreiro, que após o enorme sucesso da tour de 2016 lançou o quarto álbum – ‘Dança Comigo’ – que dá nome à Tour 2017. Numa interação constante com o público, o artista deasfilou grandes sucessos discos anteriores e os principais temas do novo trabalho. E se ‘Ninguem Para Essa Mulher’, ‘Piripac’, ‘Agora Toma Aguenta’, levantaram os espetadores, ‘Bará Bêrê’ levou-os até à beira do palco para dancarem e cantarem com o artista. Por tudo isto, a Festa das Mães proporcionou uma noite inesquecível que se prolongou pela madrugada…

Uma associação no feminino…
A associação Marias Corações Portugal foi formado em 2004, por portuguesas e lusodescendentes de Mainz e Wiesbaden, com o objetivo de manter vivo o convívio entre os portugueses que emigraram para aquela zona da Alemanha.
As suas raízes remontam a 2004, e o nome surgiu de uma ‘paixão’ pelo programa da televisão português ‘Portugal no Coração’. Foi Maria do Céu Kosemund que teve a ideia de começar a juntar portugueses para, com a organização de eventos de cariz cultural, ajudar a matar as saudades que sentiam de Portugal.
Nasceu assim a ‘Marias Corações de Portugal’, uma associação no feminino que reúne mulheres portuguesas e lusodescendentes, mas que foi crescendo  com ajuda de familiares e amigos.
Para além de concertos de música, festivais de folclore e festas de solidariedade, a associação tem o exclusivo da organização dos concursos de misses ‘Miss Top Model Internacional’, ‘Miss Portugal na Alemanha’, ‘Miss Comunidades Internacionais’ e ‘Miss Queen Alemanha’, eleitas de entre um grupo de belezas lusodescendentes representantes de várias regiões da Alemanha, como referiu Maria do Céu Kosemund, presidente da Associação, ao ‘Mundo Português’ na sequência de um dos últimos eventos que organizaram.
De destacar que a Marias Corações Portugal tem um pré-requisito que aplica a cada um dos concursos que organiza: as cncorrentes têm que saber falar e compreender português, mesmo que não o façam na prefeição, refere Maria do Céu Kosemund, que defende a necessidade dos dirigentes associativos apostarem na divulgação da língua e da cultura portuguesas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.