Associações de graduados no mundo debatem o futuro profissional e o avanço científico do país

Data:

O Fórum Grape 2015 vai reunir em Guimarães, mais de uma centena de emigrantes portugueses altamente qualificados.

Quatro associações de graduados portugueses no estrangeiro estão a organizar um encontro que vai ter lugar em Portugal, na cidade de Guimarães. O GraPE 2015, 4º Fórum Anual de Graduados Portugueses no Estrangeiro, realiza-se a 28 de dezembro e pretende promover a interação e discussão entre os licenciados portugueses que vivem estrangeiro e em Portugal.
O evento, que irá decorrer todo o dia, apresenta-se como “uma oportunidade única para o estabelecimento de novos contatos no seio desta comunidade”, sendo ainda um fórum de discussão sobre a progressão das carreiras profissionais e académicas, dentro e fora de Portugal, a dinâmica de mobilidade de portugueses qualificados de e para Portugal e a sociedade portuguesa em geral, explica Mariana Simões, vice-presidente do Conselho Executivo da ASPPA-Associação de Pós-Graduados Portugueses na Alemanha, com sede em Berlim.

Progressão profissional e avanço científico
«GraPE 2015 – RE:Inventar Portugal» é o tema escolhido para a edição deste ano.
“Partindo de histórias de portugueses que saíram à descoberta de oportunidades pelo mundo nas mais variadas áreas profissionais (ciência, artes, economia ou novas tecnologias), pretende-se que o GraPE 2015 seja uma plataforma de reflexão sobre como podem as boas práticas identificadas no estrangeiro contribuir para um ainda maior crescimento do potencial inovador e humano do nosso país”, destaca Mariana Simões.
A responsável refere ainda que este fórum internacional é “uma iniciativa única em Portugal”, já que reúne portugueses graduados que trabalham em vários países do mundo, e promove o debate “de questões cruciais à progressão profissional de todos e ao avanço científico do país”.
Para além da ASPPA, o fórum é dinamizado pela AGRAFr (Associação dos Graduados Portugueses em França), pela PAPS (Associação dos Pós-Graduados Lusoamericanos, na sigla em português), representada nos EUA e Canadá e pela PARSUK (Associação dos Estudantes e Investigadores Portugueses no Reino Unido).
Nas edições anteriores, o encontro reuniu entre 100 a 150 participantes e já teve a participação de oradores como António Coutinho, antigo diretor do Instituto Gulbenkian de Ciência, Nuno Crato, ex-ministro da Educação e Ciência, Maria da Graça Carvalho, ex-eurodeputada, Miguel Seabra, presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia, entre vários outros.
Este ano, o fórum, que se inicia às 9h30, terá João Claro, diretor Nacional do Programa Carnegie Mellon Portugal, a presidir à primeira sessão do encontro, intitulada «Economia, Gestão e Empreendedorismo: Tempo de apertar o cinto ou arregaçar as mangas?». Segue-se como oradora a artista plástica Manuela Pimenta, que irá apresentar o tema «Artes e Cultura: Como esculpir um futuro mais colorido?».
Depois do almoço, terá lugar a sessão «Ciência e Tecnologia: E contudo move-se!», com os oradores Jorge Correia Pinto, investigador e professor catedrático na Universidade do Minho, Nuno Sousa, professor universitário e Luís Ferreira, director da NZYTech.
O O GraPE 2015 termina com um debate, a partir das 16h15, centrado no tema global do fórum deste ano, e comandado por Manuel V. Heitor, mnistro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Rui Paiva, presidente Executivo da WeDo Technologies, e por Elvira Fortunato, investigadora e professora catedrática da faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.
As informações detalhadas sobre o programa do fórum, assim como as inscrições estão disponíveis em www.grape.pt.

Ana Grácio Pinto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.