“Leio o jornal todas as semanas”

Data:

O Sr. Amândio Pereira do Casal visitou o nosso jornal acompanhado da sua esposa, Sra. Liziara Alzira A. do Casal e a sobrinha Marilda Alves Pereira. Foi com muito agrado que recebemos nas nossas instalações este casal residente no Brasil que partilhou connosco um pouco da sua história de vida.
Amândio Pereira do Casal é natural de Arneiro das Milhariças, concelho e distrito de Santarém e veio para Lisboa em 1951. “Fiquei em Lisboa até 1956 a trabalhar na Avenida Defensores de Chaves, número 69, entre a Elias Garcia e a Visconde Valmor. Trabalhei numa mercearia. Primeiro a ir a cada dos clientes fazer o pedido e depois vir a mercearia aviar o pedido e levar a caixas aos ombros a casa do cliente” recorda com satisfação.
“Lisboa deixa-me muitas saudades. Naquela época esta zona era conhecida como Avenidas Novas. Há 50 anos. Está na mesma. Acabo de visitar um senhor que era vizinho da mercearia do meu irmão que ainda se lembra da minha família, do nome Casal. Deixa saudades…”
Acerca da ida para o Brasil em 1956 Amândio do Casal recorda, “eu já tinha família no Rio de Janeiro e o meu irmão foi para lá e chamou-me. Naquela altura era por carta de chamada. Fiz 19 anos no segundo dia de viagem no navio, no dia 12 de Dezembro de 1956 a caminho do Rio de Janeiro onde a minha família que tinha ido aqui de Portugal se tinha fixado. A viagem durou 10 dias. Fui para lá trabalhar, no mesmo ramo, mercearia e em 1962 sai do Rio de Janeiro. Os meus irmãos eram viajantes, representantes comerciais e eu fui ser representante comercial viajando no norte do estado do Paraná e uma parte do estado de S. Paulo, mas tendo mais como zona fixa, Londrina.”
Foi em Londrina que em 1965 conheceu a esposa D. Alzira de quem tem 3 filhos “um é perito da policia federal, o outro é advogado, mas não seguiu a carreira, é comerciante, tem uma loja de móveis, a filha mais nova também tem uma loja de artigos de tapeçaria.”
Quanto a vindas a Portugal, a filha esteve há 4 anos em Portugal com o pai, visitou o jornal, na altura, mas o ano passado veio com uns amigos, durante 20 dias. Este ano por influencia da sobrinha Marilda veio com esposa.
Foi com uma enorme satisfação que recebemos este assinante de há longa data e a sua família na nossa redação. Partilhamos aqui mais uma história de vida preenchida com bons momentos e muito agradecemos a amabilidade e a simpatia com que nos brindaram com a vossa visita e com a leitura dos nossos artigos. Bem haja para esta família.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.