Arte Chocalheira de Portugal é Património Imaterial da Humanidade

Data:

UNESCO considerou-a Património Cultural Imaterial com Necessidade de Salvaguarda Urgente. Em novembro de 2014, o mesmo estatuto foi atribuído ao Cante Alentejano.

A Arte Chocalheira como é conhecido o fabrico de chocalhos em Portugal – ofício e manifestação cultural que tem na região do Alentejo a sua maior expressão – é a partir de hoje, Património Imaterial da Humanidade.
A classificação foi atribuída ao início da tarde de hoje pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) que a considerou Património Cultural Imaterial com Necessidade de Salvaguarda Urgente.
A decisão foi tomada na 10ª reunião do Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, a decorrer em Windhoek, capital da Namíbia, até à próxima sexta-feira.
A candidatura apresentada por Portugal foi coordenada pelo antropólogo Paulo Lima e integra também o professor Jorge Branco. É liderada pela Turismo do Alentejo e Ribatejo, em colaboração com a Câmara de Viana do Alentejo e a Junta de Freguesia de Alcáçovas, mas tem âmbito nacional. Porque esta manifestação cultural também está presente noutros pontos do país, como os concelhos de Bragança, Tomar, Cartaxo e Angra do Heroísmo. Entretanto, é no Alentejo que a arte chocalheira tem mais expressão, abrangendo os municípios de Estremoz e Reguengos de Monsaraz e Viana do Alentejo – é na freguesia de Alcáçovas que está instalado o Museu do Chocalho.
A candidatura pretende salvar esta arte e chamar a atenção para o declínio do mundo rural. António ceia da Silva, presidente da Direcção da Turismo do Alentejo sublinha que aquela entidade tem feito uma aposta muito grande na valorização dos aspetos identitários, que considera serem decisivos na afirmação do destino turístico”.
Com o título atribuído hoje, o Alentejo conquista, pelo segundo ano consecutivo, mais um selo da UNESCO para a região, depois da atribuição, em novembro de 2014, do estatuto de Património Imaterial da Humanidade ao Cante Alentejano. O Alentejo tem também dois títulos de Património Material da Humanidade, atribuídos ao centro histórico de Évora, em 1996, e às fortificações de Elvas, em 2012.
O fabrico de chocalhos é uma arte milenar que tem no território alentejano a maior expressão a nível nacional. Segundo a comissão científica da candidatura, trata-se de uma arte iniciada há mais de dois mil anos no Alentejo, mas que está agora em risco de extinção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.