Descoberta ligação entre a Diabetes e o Alzheimer

Data:

Um grupo de investigadores finlandeses descobriu uma ligação entre a Diabetes e o Alzheimer. De acordo com o estudo, o controlo dos níveis de açúcar no sangue é tão ou mais importante na precaução do declínio cognitivo do que a realização periódica de testes de memória ou a ingestão de ácidos gordos (ómega 3).

As conclusões da investigação levada a cabo na Universidade de Turku, na Finlândia, revelou ainda que são as mulheres quem mais se deve preocupar: elevados níveis de resistência à insulina fazem com que as mulheres tenham uma menor capacidade cognitiva, uma vez que o lobo temporal fica menor. “Quando a resistência à insulina está presente, não há excesso de insulina a circular no fluxo sanguíneo, o que conduz a um transporte reduzido de insulina para o cérebro, dificultando o processo cognitivo”, lê-se no estudo.

A amostra utilizada para esta investigação juntou 5.935 homens e mulheres com idades compreendidas entre os 30 e os 97 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.