“Pêra-Manca”: Tinto de 2011 chegou finalmente ao mercado e com selo de autenticidade original

Data:

Produzido apenas em anos de colheita excecional, o Pêra-Manca tinto foi apresentado pela primeira vez em 1990. Segundo Pedro Baptista, enólogo da Fundação Eugénio de Almeida, a “colheita tinto 2011 responde aos critérios de qualidade extrema a que este vinho obriga. Na vindima de 2011 o ciclo vegetativo da videira caraterizou-se pelo desenvolvimento das plantas em condições de humidade e temperatura bastante amenas que possibilitaram uma maturação lenta e equilibrada”. Elaborado a partir das habituais castas Trincadeira e Aragonez, provenientes de talhões de uma das vinhas mais velhas da Fundação Eugénio de Almeida, “foi possível a obtenção de um vinho bastante equilibrado e elegante, com uma frescura ímpar para o habitual na região”, complementa o enólogo.

O Pêra-Manca tinto 2011 fermentou em balseiros de carvalho francês com temperatura controlada a que se seguiu maceração pós-fermentativa prolongada. Estagiou dezoito meses em tonéis de carvalho francês, tendo sido engarrafado em Abril de 2013. O estágio em garrafa foi feito, como é tradição, nas caves do Mosteiro da Cartuxa. Exibe cor granada viva e densa. O aroma é cheio e complexo, com notas intensas de fruta madura, especiarias e um suave tostado muito delicado. Na boca mostra fruta profunda, muito denso e concentrado, com estrutura e volume de taninos firmes mas muito elegantes. Complexo, de acidez equilibrada e elevada frescura, surge concentrado e complexo, terminando com suaves notas balsâmicas conjugadas com fruta densa e envolvente.

Sistema inovador de Segurança:

A nova edição do mais emblemático vinho tinto da Fundação Eugénio de Almeida, é apresentado ao mercado com um inovador sistema de segurança que permite ao consumidor garantir a sua autenticidade. O sistema consiste num código, associado à utilização de uma imagem holográfica, incorporado na cápsula da garrafa, que pode ser validado no sítio da internet da marca, dando assim a garantia de aquisição de uma garrafa original.

José Mateus Ginó, Diretor Comercial da Fundação Eugénio de Almeida, admite que “perante as tentativas de práticas fraudulentas no setor, nomeadamente a falsificação de vinhos topo de gama, importa conceber métodos fiáveis que permitam assegurar essas situações e, acima de tudo, proteger o consumidor de fraudes ou falsificações garantindo-lhe aautenticidade do vinho que adquire”. O mesmo responsável sublinha ainda que “a Adega Cartuxa tem procurado seguir uma estratégia de inovação constante ao longo dos últimos anos”.

Adega Cartuxa:

A Fundação Eugénio de Almeida é herdeira de uma longa história no sector vitivinícola, com a cultura da vinha a fazer parte da tradição produtiva da Casa Agrícola Eugénio de Almeida desde o final do Séc. XIX.

As uvas que atualmente resultam da produção obtida nos 600 hectares de vinha explorada, são vinificadas na moderna e sofisticada Adega Cartuxa – Monte Pinheiros, herdade que outrora foi centro de lavoura da Fundação Eugénio de Almeida e que hoje permite realizar uma efetiva capacidade de refrigeração, triagem da totalidade da uva à entrada na adega e movimentação e transferência de massas unicamente por gravidade.

A Adega Cartuxa – Quinta Valbom, antigo posto Jesuíta, onde já em 1776 funcionava um importante lagar de vinho, é desde 2007 o centro de estágio de vinhos e também sede do Enoturismo Cartuxa.

Fundação Eugénio de Almeida:

A Fundação Eugénio de Almeida é uma Instituição portuguesa de direito privado e utilidade pública, sediada em Évora. Foi fundada em 1963 pelo Eng.º Vasco Maria Eugénio de Almeida com a missão de promover o desenvolvimento integrado da região de Évora numa perspetiva de valorização do capital humano e da sustentabilidade, através da criação de oportunidades culturais, educativas, sociais e espirituais para as pessoas. Trata-se de um lugar que bem merece uma visita, desde o Enoturismo, à própria sede da Fundação, com uma história incrível, e também às adegas onde nascem alguns dos  míticos vinhos portugueses apreciados no mundo inteiro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.