Museu do Chiado revela tesouros da fotografia do séc. XIX

Data:

O Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, em Lisboa, inaugurou a 30 de abril uma exposição de fotografias de coleções públicas e privadas que retratam a História da fotografia portuguesa. «Tesouros da Fotografia Portuguesa do Século XIX» reúne pela primeira vez imagens captadas entre 1840 e 1900.

Com curadoria de Emília Tavares e Margarida Medeiros, «Tesouros da Fotografia Portuguesa do Século XIX» dá a conhecer ao grande público 145 obras fotográficas, sete álbuns fotográfico, quatro peças de equipamento fotográfico, além de bibliografia e uma documentação variada.
De acordo com um comunicado de imprensa divulgado pelo Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, a exposição “apresenta pela primeira vez, um conjunto significativo de autores e fotografias provenientes dos mais importantes acervos públicos e privados da história da fotografia portuguesa”.
A fotografia, no século XIX, “encontra-se numa encruzilhada entre indústria, ciência, comércio e arte, constituindo uma das marcas da entrada da cultura oitocentista na Modernidade e abalando profundamente as formas de representação artística e não artística”, lê-se no texto.
A partir do lançamento público em França, em 1839, “a fotografia foi prontamente integrada no contexto científico, artístico e comercial da sociedade portuguesa de oitocentos, constituindo-se como um património valioso, que cruza diversas áreas do conhecimento e estabelece um retrato inovador da sociedade e da cultura”, informa o comunicado.
Além de revelar ao grande público obras e autores, o objetivo quer dar “um primeiro contributo para uma moderna historiografia da fotografia portuguesa”.
Ao divulgar o legado fotográfico produzido em Portugal entre 1840 e 1900, a exposição permite perceber “como se elaborou esta nova cultura visual no nosso país, contribuindo para a compreensão de uma sociedade em profunda transformação”, refere ainda o comunicado do Museu do Chiado.
A dimensão e a importância do conjunto de obras expostas levou a curadoria a decidir-se pelo desdobramento em duas exposições: a primeira, que está patente no Museu do Chiado, e a segunda que será inaugurada a 30 de maio na Galeria Municipal Almeida Garrett, no Porto, onde poderá ser visitada até 16 de agosto, em parceria com a Câmara Municipal daquela cidade.

Tesouros da Fotografia Portuguesa do Século XIX
De 30 de abril a 28 de junho
Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado
Rua Serpa Pinto, 4 – Lisboa
Terça-feira a domingo: 10h às 18h (última entrada às 17h30)
Entrada gratuita no 1º domingo de cada mês

De 30 de maio a 16 de agosto
Galeria Municipal Almeida Garrett
Rua de D. Manuel II – Jardins do Palácio de Cristal – Porto
Terça a sábado, das 10h às18h;  domingo, das 14h às 18h.
Entrada gratuita

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.