Último dia da visita de Cavaco Silva à Noruega a bordo de um navio

Data:

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, termina hoje uma visita oficial de três dias à Noruega, com o dia dedicado ao mar e passado a bordo de um navio.

Com o embarque agendado para a 09:00 em Bergen, a primeira paragem da viagem será na “Leroy Fish Farm”, onde Cavaco Silva terá oportunidade de assistir a uma apresentação sobre o sistema de alimentação dos peixes.

Dali, o chefe de Estado partirá para a estação de pesquisa do IMR – Institute of Marine Research, em Sauneset, passando pelas ‘fish cages’.

De volta ao navio, a comitiva presidencial chegará por volta do meio-dia a Bekkjarvik, onde terá lugar um almoço oferecido pela ministra das Pescas norueguesa Elisabeth Aspaker.

Depois do almoço, o Presidente da República regressará para o cais de Hjellestad, com chegada prevista para cerca das 15:00, o final da visita à Noruega, depois da passagem por Oslo.

Com partida marcada para as 16:00 do aeroporto de Flesland, o Presidente da República deverá chegar a Lisboa pelas 19:00.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.