Seis portugueses entre os cientistas mais influentes de 2014

Data:

Há seis investigadores portugueses na lista dos cientistas mais influentes de 2014. A análise foi feita pela Thomson Reuters, a principal fonte mundial de informação para empresas e profissionais, e foi divulgada no mês de Junho.
Mário Figueiredo (engenharia), Miguel Araújo (ambiente), Nuno Peres (física), Caetano Sousa (imunologia), Gonçalo Abecasis (computação) e Inês Barroso (genética) são os seis portugueses incluídos na lista dos investigadores mais influentes de 2014.
Destes cientistas, apenas dois estão a trabalhar ao serviço de instituições portuguesas: Mário Figueiredo afeto à Universidade de Lisboa e Nuno Peres, ligado à Universidade do Minho.
Os restantes trabalham para instituições norte-americanas ou do Reino Unido sendo que um dos investigadores, Miguel Araújo, está a trabalhar para o Consejo Superior de Investigaciones Científicas (Espanha).
A Thomson Reuters elaborou a lista com base nos cientistas cujos estudos são mais citados pelos seus colegas investigadores. O documento final partiu da análise de estudos publicados entre 2002 e 2012 em 21 áreas da ciência.
Recorrendo a um sofisticado ‘software’ que fez um rastreio destes estudos, a Thomson Reuters identificou os autores que publicaram os artigos mais citados nas suas áreas de investigação, em determinado ano. Estes estudos representam aqueles que a comunidade científica considera serem os mais significativos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.