Coimbra: Documentários assinalam o 25 de Abril

Data:

O Teatro da Cerca de São Bernardo (TCSB), em Coimbra, apresenta em abril e maio uma programação com dois ciclos de documentários, teatro, poesia e debates, “especialmente dedicada aos 40 anos do 25 de Abril”, anunciou ‘A Escola da Noite’, companhia profissional de teatro sediada no TCSB e responsável pela programação e gestão daquele espaço municipal. Um dos ciclos de documentários, organizado pela companhia e pelo Centro de Documentação 25 de Abril (CD25A) da Universidade de Coimbra, com o apoio da Casa da Achada/Centro Mário Dionísio, reúne uma dezena de “documentários realizados nos anos pós-revolucionários, alguns dos quais muito pouco conhecidos do público e não disponíveis no mercado”, sublinha uma nota de ‘A Escola da Noite’. Realizados entre 1975 e 1978, aqueles filmes oferecem “uma visão ainda a quente da reorganização social e política do país depois da queda da ditadura, centrando-se em temas como a reforma agrária, os movimentos populares de base ou as campanhas de dinamização cultural”.
Entre os documentários selecionados para este ciclo – que tem entrada gratuita e sessões às quartas-feiras, às 21h30, até 21 de maio – estão obras de realizadores como César Monteiro, Vítor Silva, Aida Morais, Solveig Nordlund e Ana Hatherly e também “diversos olhares estrangeiros sobre o Portugal da época”. O outro ciclo de documentários, organizado por quatro instituições da cidade, decorrerá entre 23 e 30 de abril. Intitulado «Filmes revolucionários de Abril», realizará duas sessões no Edifício das Caldeiras e outras duas no TCSB – «A Lei da Terra» (Grupo Zero, 1977) e «Deus, Pátria, Autoridade» (Rui Simões, 1976) – seguidas de debate.
A leitura de contos para a infância realizar-se-á em abril no dia 26, sendo dedicada às comemorações do 40º aniversário do 25 de Abril e para a qual a animadora socioeducativa Cláudia Sousa selecionou “histórias escritas na época ou alusivas aos anos da Revolução, oferecendo ao público de todas as idades uma forma diferente de olhar para algumas das principais conquistas do 25 de Abril”.
Na programação de maio, destaca-se o colóquio «O desastre de Lampedusa – a barbárie europeia contra os imigrantes», organizado pela associação SOS Racismo, e o espetáculo de teatro «Autos da Revolução», uma coprodução do Centro Dramático de Évora e da A Companhia de Teatro do Algarve (ACTA), a partir de textos de António Lobo Antunes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.