Lisboa: Teatro São Luiz evoca 40 da Revolução de Abril

Data:

Os quarenta anos da Revolução de Abril e a ideia de “trânsito entre a memória e a possibilidade de futuro” vão marcar a temporada do Teatro Municipal São Luiz, até julho, em Lisboa. Na apresentação da nova programação, o diretor artístico, José Luís Ferreira, revelou alguns dos espetáculos previstos para os próximos meses, sobretudo de música e teatro.
A temporada 2013/2014 do São Luiz termina em julho e, com ela, o ciclo de três anos de direção artística de José Luís Ferreira, um ciclo descrito pelo próprio como “exaltante, mas muito difícil”, por razões orçamentais. À agência Lusa, José Luís Ferreira afirmou que ainda não conhece os termos do concurso público que deverá ser aberto, nos próximos meses, para o cargo de diretor artístico, mas “provavelmente” não se irá recandidatar.
Quanto à temporada, os quarenta anos da Revolução de Abril de 1974 são assinalados entre março e maio, naquele teatro municipal, com a adaptação para palco do romance “A instalação do medo”, de Rui Zink, por Jorge Listopad, e com “Íon”, adaptado de Eurípedes, por Luís Miguel Cintra, uma tragédia sobre a atualidade, referiu o encenador.
Está ainda previsto um debate sobre o futuro de Portugal, entre os dias 25 e 27 de abril, e o recital «Portugal do passado e do presente», com o violinista Bruno Monteiro e o pianista João Paulo Santos.
Da restante programação, no teatro, destacam-se as estreias de «Ode marítima»sobre texto de Fernando Pessoa, com encenação de Natália Luiz, música de João Gil e interpretação de Diogo Infante. Em março o teatro voltou a ter um texto de Shakespeare, «Hamlet», com direção de Jorge Andrade. Em junho, Tiago Rodrigues adapta e encena «Bovary», a partir do romance de Gustave Flaubert.
Ao São Luiz regressarão ainda a Festa do Jazz e as parcerias com o Alkantara Festival.  Entre 10 e 12 de abril, Sérgio Godinho ocupará a sala principal com um espetáculo em torno da palavra “liberdade”, com repertório antigo e inéditos, e convidará novos artistas portugueses a revisitarem o mesmo tema. Na música, estão ainda previstas atuações do novo trio de Mário Laginha, os 50 anos de carreira de Carlos Mendes e o Festival das Orquestras Municipais Geração.
Neste ciclo de três anos no São Luiz, o diretor artístico revelou que foram feitos 71 programas em co-produção, com cerca de mil sessões e a expetativa total – até julho – de 150.000 espetadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.