Exportações do setor agroalimentar aumentaram 7,8% em 2013 – Ministra

Data:

Portugal está a conseguir reduzir o défice da balança agroalimentar, já que as exportações aumentaram nos dois últimos anos. O anúncio foi feito pela ministra da Agricultura e do Mar, no decorrer de uma visita ao Salão Internacional do Setor Alimentar e Bebidas (SISAB), cuja 19ª edição decorreu em Lisboa, de 17 a 19 de fevereiro. Assunção Cristas referiu ainda a necessidade de se continuar a “incorporar matéria-prima nacional na nossa agro-indústria” e sublinhou que o fundo de garantia salarial para os pescadores, para fazer face às dificuldades decorrentes do mau tempo, já está a receber candidatura.

“O défice agroalimentar melhorou este ano”, anunciou Assunção Cristas referindo-se a 2013, acrescentando que as exportações aumentaram “ainda mais” naquele ano em relação a 2012.
“Em 2012 as exportações aumentaram 7% e em 2013 aumentaram 7,8% neste setor agroalimentar”, disse a ministra no decorrer de uma visita ao Salão Internacional do Setor Alimentar e Bebidas (SISAB PORTUGAL), o maior certame português do setor e cuja 19ª edição decorreu em Lisboa, de 17 a 19 de fevereiro.
Assunção Cristas enalteceu a importância do SISAB para a exportação de produtos nacionais, tendo afirmado estar “muito bem impressionada” com os mais de 600 expositores presentes no certame e a vinda de importadores de mais de 100 países.

Azeite, produtos transformados e vinho em alta
Quanto aos números do agroalimentar na exportação, a ministra salientou que os 7,8% de aumento representam um número “acima do conjunto da economia, que anda nos 4,6%”.
É um setor que tem contribuído para o crescimento económico do país. Significa que há muito boas empresas a trabalhar e a levar os produtos portugueses a todas as partes do mundo, e cada vez mais a novos mercados diversificados”, congratulou-se a ministra, dando como exemplo o azeite que registou um aumento de 30% das exportações, os produtos transformados (como o tomate) 17% e o vinho 2,5% “sobre uma escala já muito grande”.
Apesar do país continuar a ter uma balança comercial negativa, a ministra referiu que o valor das exportações do agroalimentar aumentou em 2012, “300 milhões de euros” e em 2013 “bateu quase nos 400 milhões de euros”. “Temos não só os produtos mais tradicionais a crescer, como também novos produtos a dar cartas, o que é extraordinariamente positivo”, defendeu a titula da pasta da Agricultura e Mar.
Um número que aumenta substancialmente quando se engloba o complexo agrícola e florestal e também a área do mar.
“Estamos a falar de 20% das exportações de produtos portugueses. São muitas empresas, muitos postos de trabalho e um bom resultado que nos faz acreditar que, de facto, temos cartas para dar no sector agro-alimentar e também dos produtos da pesca”, defendeu Assunção Cristas, na visita ao SISAB PORTUGAL.
A governante salientou ainda a abertura deste setor a novos mercados de exportação, referindo a China como um mercado “que abrimos há bem pouco tempo”. “Temos cerca de 70 países com processos em curso, e 55 países com cerca de 115 produtos já abertos. É sinal que estamos a crescer bem, que o setor está vivo, dinâmico”, afirmou. A ministra defendeu entretanto, a necessidade de aumentar o esforço de internacionalização e de continuar a incorporar matéria-prima nacional na agro-indústria, “para que uma puxe pela outra e para que mais valor fique no nosso país”.
Questionada pelos jornalistas sobre o fundo de garantia salarial para os pescadores afetados pelo mau tempo, Assunção Cristas lembrou que este já está aberto, e apelou a que apresentem as suas candidaturas.
“Nós estamos muito preocupados, estamos a acompanhar a situação e deixo uma palavra e solidariedade para com todos os pescadores e todas as suas famílias que estão a sofrer neste momento. O que peço é que apresentem as candidaturas para que possamos pagar o quanto antes”, afirmou.
Ana Grácio Pinto

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.