Castelo Branco: Refer procura de interessados em rentabilizar estação da CP

Data:

 A Refer – Rede Ferroviária Nacional está à procura de interessados para rentabilizar parte do edifício da estação de Castelo Branco, disse hoje à Lusa fonte oficial da empresa.
O edifício da Estação de Castelo Branco, na Linha da Beira Baixa, está parcialmente desocupado e a Refer Património está à procura de interessados para rentabilizar os espaços livres, nomeadamente o primeiro andar e um espaço comercial situado no piso térreo da estação. À Lusa, fonte oficial da Refer disse que “não há imóveis à venda [da Refer] no distrito de Castelo Branco”. “Há espaços desocupados na estação de Castelo Branco e existe a possibilidade de concessionar esses mesmos espaços”, explicou.
A empresa tem seguido um processo de requalificação do seu património, “colocando esses espaços para serem concessionados”, tendo em vista a sua “reabilitação”. “Castelo Branco insere-se nesta perspetiva. Não se trata de nenhuma alienação”, disse a mesma fonte. A diminuição do número de pessoal da Refer colocado na estação e a automatização dos processos provocaram “um aumento do número de espaços disponíveis” que a empresa procura rentabilizar, evitando ainda a degradação dos imóveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.