II Liga: Penafiel vence nos Açores e isola-se no segundo lugar

Data:

O Penafiel, que venceu fora o Santa Clara por 2-1, isolou-se provisoriamente no segundo lugar da II Liga de futebol, à frente do FC Porto B e Portimonense, embora os algarvios tenham menos um jogo disputado.
Os penafidelenses têm 26 pontos, menos três do que o líder Moreirense, mais dois que os “bês” portistas e três à frente da equipa de Portimão, que apenas acerta contas com a jornada no dia 17, em visita ao Marítmo B (16:00).
Aldair (45 minutos) e João Pedro (60) apontaram os golos do Penafiel, enquanto Accioly (56) assinou o tento dos açorianos, que, à custa desta derrota, caíram três lugares, estando agora em 17.º, com 14 pontos.
Também o Sporting da Covilhã, que venceu em casa o Benfica B, subiu provisoriamente ao sexto lugar, com 21 pontos, mais um do que o Marítimo B, sétimo classificado, mas com menos um jogo.
Os golos da equipa serrana aconteceram já perto do final do encontro, por intermédio de Gui (79 minutos) e Adriano (84).
Por sua vez, o Benfica B caiu três postos, sendo agora nono, com 20 pontos, um atrás de Sporting da Covilhã, Marítimo B e Tondela, equipa que venceu o Atlético, por 2-0, e a dois do Sporting B, que subiu do sétimo ao quinto posto.
Os “bês” de Alvalade que estiveram a perder, por duas vezes, no terreno do União da Madeira, acabaram por vencer a partida por 3-2, com dois golos de Ricardo Esgaio (46 e 69, de grande penalidade) e um de Cristian Ponde (86), contra os de Delmiro (9) e Miguel Fidalgo (61).
Ao mesmo tempo, o Desportivo de Chaves (13.º, com 17 pontos) e o Farense (18.º, com 12) empataram a um golo na estreia em casa de Quim Machado, novo treinador dos flavienses.
No dia anterior, um golo do colombiano Caballero, aos 86 minutos, “selou” a vitória do FC Porto B no terreno do Académico de Viseu e fez com que os “dragões subissem ao terceiro lugar, com 24 pontos, mas com mais uma partida do que o Portimonense.
A Oliveirense, por sua vez, venceu no terreno do “vizinho” Feirense, por 3-2, mesmo reduzida a 10 jogadores na meia hora final, numa altura em que ganhava por 2-1, com golos de Godinho (36) e Guima (47), contra o de Jorge Gonçalves (24).
A equipa da casa ainda empatou, por Porcellis (72), mas a de Oliveira de Azeméis beneficiou de um autogolo de Carvalho (85), o que lhe permitiu subir dois lugares, passando agora a ocupar o 14.º posto, com 16 pontos, enquanto o conjunto de Santa Maria da Feira permanece em antepenúltimo, com apenas 11.
Também reduzido a 10 jogadores, o Desportivo das Aves venceu o Leixões com um golo de João Paulo Gomes (67), numa partida marcada pelo desperdício de uma grande penalidade, pelos visitantes, a quatro minutos do final do encontro.
Os avenses subiram quatro posições, agora em 11.º, com 17 pontos, um posto atrás do emblema de Matosinhos, que tem mais um ponto.
Destaque ainda para a vitória do Beira-Mar no terreno do Sporting de Braga B, por 4-2, que subiu ao 15.º posto, com 16 pontos, a um dos minhotos, que estão em 12.º.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.