Antologia literária vai reunir textos de luso-descendentes dos EUA e Canadá

Data:

Dois professores universitários portugueses nos Estados Unidos estão a lançar um projecto que vai culminar no lançamento de uma antologia literária, onde irão reunir trabalhos em prosa e poesia que retratem a temática da experiência migratória portuguesa nas suas várias manifestações.
Os escritores interessados têm até 1 de Junho para enviar os seus textos para aprovação…

Luís Gonçalves, professor na Universidade de Princeton, e Carlo Matos, professor na Universidade de Chicago acharam que seria interessante reunir num livro, os textos de escritores de origem portuguesa que sejam pouco ou nada conhecidos nos Estados Unidos e no Canadá, a nível nacional.
A génese do projecto está numa tertúlia literária organizada em Newark com o apoio do Consulado de Portugal naquela cidade. “Organizamos o evento na altura em que o (escritor) José Luis Peixoto visitou os Estados Unidos. Reunimos o José Luis Peixoto com seis escritores luso-descendentes num evento realizado no Sport Club Português, a que chamamos «Ler na Ferry Street», que é a principal rua do bairro onde vivem os portugueses”, recorda Luis Gonçalves a este jornal.
Durante o evento, os organizadores viram-se a braços com pedidos do público que queria saber onde poderia comprar os livros dos escritores que participaram. “E não havia nenhum livro, era simplesmente um encontro de escritores luso-descendentes que partilharam o ser trabalho com a comunidade e que queriam partilhar com as pessoas coisas das suas vidas, as suas experiências, e continuar a escrever as nossas histórias”, recorda o professor que, juntamente com Carlo Matos, decidiram avançar com o lançamento de uma colectânea de autores de origem lusa.
“Resolvemos abrir o espaço a outros escritores luso-descendentes que não têm oportunidades ou que não se identifiquem como descendentes na sua biografia, mas que têm pai, mãe ou avô português. Quem sabe poderemos até reunir na mesma colecção, escritores altamente consagrados ao lado de escritores jovens e dar alguma continuidade à nossa traição literária nos Estados Unidos”, explicou Luís Gonçalves que já conseguiu o que a princípio seis mais difícil: o interesse de uma editora, neste caso, a Edwin Mellen Press que aprovou o projecto em três dias.
Agora, os professores estão a correr contra o tempo para reunir os textos em prosa e poesia que vão integrar o livro. Até ao dia 1 de junho estão a fazer a recolha dos trabalhos dos autores que queiram participar. “Já recebemos candidaturas e tivemos vários escritores a dizer que vão submeter os seus textos. Entretanto, convidamos uma verdadeira «instituição» luso-americana que tem feito um trabalho fenomenal de pesquisa da nossa comunidade e também de escrita – o professor George Monteiro, da Brown University, para escrever o prefácio da antologia”, revela o professor.
A publicação será bilingue para poder chegar ao público em geral, como explica Luis Gonçalves. “Quando concebemos este projecto definimos que o público-alvo é o de língua inglesa, porque queremos integrar a tradição literária luso-americana no mainstream norte-americano. De facto, queremos que os luso-americanos ocupem o seu espaço dentro da literatura americana em geral. Então, todos os trabalhos que forem apresentados em português, vamos providenciar uma tradução e serão publicados nas duas línguas”.
Apesar de ter na emigração portuguesa um tema importante, a antologia está aberta em termos de temática, porque o que os responsáveis pretendem em primeiro lugar, é que os textos sejam uma visão luso-americana do mundo. “É o que estamos à procura: como os luso-americanos vêem o mundo. Um dos textos que temos é sobre a viagem de um luso-descendente ao Brasil, não é exactamente sobre a experiência luso-americana, mas é como um luso-americano vê o mundo, e neste caso um país e língua portuguesa”, adianta o professor. Os textos candidatos devem ser enviados com extensão doc, docx ou pdf, para o endereço de email wpdanthology.com. A acompanhar os trabalhos, os candidatos devem enviar informações como nome, pseudónimo (caso usem), morada, contactos telefónico e de email e uma pequena biografia.
Mais informações podem ser obtidas na pagina do projecto na rede social facebook intitulada «Writers of the Portuguese Diaspora: An Anthology»

Ana Grácio Pinto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.