Canadá: Luso-canadianos querem regressar para fugir à crise em Portugal

Data:

O cônsul-geral de Portugal em Montreal afirmou que está a notar um movimento de jovens luso-canadianos a viver em Portugal que pretendem regressar ao Canadá para escapar à crise económica nacional. Fernando Demée de Brito revelu que o consulado tem recebido pedidos de informação sobre a forma de voltarem ao país.

Em declarações à agência Lusa, Fernando Demée de Brito elucidou tratar-se sobretudo de luso-descendentes nascidos no Canadá que acompanharam os pais no retorno a Portugal, mas que agora pretendem regressar. “Nos últimos meses, temos recebido pedidos sobretudo de jovens luso-canadianos a questionarem os nossos serviços (do consulado português em Montreal) com vista a obterem informações sobre a forma de voltarem ao Canadá, em virtude da crise económica em Portugal”, apontou.
Se, há dois anos, o consulado era procurado por luso-descendentes nascidos no Canadá fundamentalmente para pedidos de nacionalidade portuguesa, a maior parte com o intuito de acederem a um passaporte português (como via de entrada no bloco dos 27 países da União Europeia para estudo ou mesmo emigração), agora a tendência verificada é principalmente a do regresso ao Canadá.
Fernando Demée de Brito indicou, por outro lado, ter conhecimento de inúmeros casos de cidadãos portugueses a tentarem entrar no Canadá com um visto turístico, que foram recusados pela imigração canadiana logo à saída do avião e repatriados no voo seguinte, por suspeita de querem emigrar. “Há que avisar os portugueses de que aquela antiga maneira de dizer aos amigos e familiares «vem para o Canadá, arranjamos trabalho e logo se vê», já não funciona”, exclamou o cônsul português. “Quem quiser vir para o Canadá tem de estar legalizado”, recomendou.
Quanto à comunidade de origem portuguesa residente na área de Montreal, sublinhou estar a verificar uma grande aproximação na ligação a Portugal de luso-descendentes de terceira geração, os quais mostram firmeza em proteger as raízes portuguesas e em dinamizar a comunidade. A comunidade de origem portuguesa na região da Grande Montreal está estimada em 60 mil pessoas, evidenciado uma forte presença açoriana. Demée de Brito adiantou que algumas associações lusas estão a planear um conjunto de iniciativas com vista a assinalar o 60.º aniversário da emigração oficial portuguesa no Canadá, que é celebrado este ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.