Brasil: Cidade de Curitiba destaca fotografia contemporânea portuguesa

Data:

A cidade de Curitiba, Brasil, recebe em fevereiro e março, a maior delegação de sempre de fotógrafos portugueses, para participarem em encontros, debates, masterclasses e exposições. O Ciclo da Fotografia Portuguesa integra a programação do Ano de Portugal no Brasil.

No âmbito do Ano de Portugal no Brasil, fotógrafos portugueses de diferentes regiões desembarcam na capital do estado do Paraná, no sul do Brasil, para expor e debater a fotografia contemporânea portuguesa.
A programação do Ciclo da Fotografia Portuguesa no Brasil propõe discutir amplamente a fotografia artística dentro dos cenários português e brasileiro contando com uma mostra oficial, a ser realizada no Museu Municipal de Arte (MuMA), além de uma série de encontros, debates, masterclasses e exposições paralelas. O evento reúne fotógrafos em diferentes estágios de suas carreiras profissionais, oferecendo um panorama das temáticas e direções da fotografia na arte contemporânea produzida em Portugal.
O Ciclo da Fotografia Portuguesa conta ainda com a participação de uma das maiores teóricas portuguesas da fotografia contemporânea, Margarida Medeiros, professora universitária, autora do livro «Fotografia e Narcisismo – o auto-retrato contemporâneo», entre outros. Margarida Medeiros vai conduzir duas palestras com os temas «Espíritos contemporâneos: quando a arte e os outros mundo se entrecruzam» e «Representar o observável: contaminações entre a fotografia e a pintura», em sessões abertas realizadas na Universidade Positivo.
Com trabalhos de Teresa Palma, Claudia Rita Oliveira, Francisca Veiga, Helena Peralta, João Serra, Mariana Marote, Rodrigo Bettencourt da Câmara e Rodrigo Amado, a Mostra do Ciclo da Fotografia Portuguesa revela a nova geração de fotógrafos nacionais. A relação das ciências sociais e a fotografia, estudos de luz e técnicas e natureza morta urbana, são as temáticas presentes nas obras expostas em Curitiba. O programa inclui conversas com os artistas e visitas guiadas.
Ciclo da Fotografia Portuguesa no Brasil
6 a 28 de fevereiro
Museu Municipal de Arte de Curitiba
Avenida República Argentina 3.430
Terça a domingo, das 10h às 20h

Exposição A Arqueologista
27 de fevereiro a 2 de abril
Galeria Ponto de Fuga (Bar Fidel)
Rua Jaime Reis, 320 – Alto São Francisco
Terça a sábado, das 18h às 24h
A exposição dá a conhecer Lisboa através de seu comércio tradicional.
A fotojornalista Mami Pereira parte dessa ideia para levar a Curitiba um pouco do clima pitoresco da capital portuguesa. Nas imagens de Mami Pereira estão registados espaços familiares e pequenos comércios ainda em atividade pelas ruas tortuosas de Lisboa.

Olhar Brasileiro em Terras Portuguesas
18 de abril a 8 de junho
Museu da Fotografia de Curitiba
Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533
Terça a sexta, das 9h às 12h e 13h às 18h
Sábado e domingo, das 12h às 18h

Ana Grácio Pinto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.