Mau tempo: zona Centro continua sem energia elétrica

Data:

A EDP Distribuição disse hoje que o fornecimento de energia elétrica se encontra normalizado nas regiões Norte, Grande Lisboa e Sul, estando agora os trabalhos concentrados no Centro, onde a reposição do serviço se faz de forma gradual.

“A recuperação da rede de distribuição de energia elétrica decorre a bom ritmo, mantendo a EDP Distribuição todos os recursos mobilizados”, afirma, em comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo a empresa, os clientes afetados pela falta de energia elétrica concentram-se, nesta altura, nas zonas do Pinhal Litoral, Pinhal Interior, Baixo Mondego e Baixo Vouga.

Nestas zonas, “já ligámos na rede 100 geradores, em locais críticos, em articulação com os municípios, com quem estamos em permanente ligação”, sublinha a EDP.

Também a Proteção Civil tem estado a apoiar a operação logística necessária à alimentação dos geradores, bem como no trabalho de remoção de árvores em locais de difícil acesso.

“A perspetiva de conclusão da reparação a curto prazo das redes de Média Tensão vai permitir que, durante o dia de hoje, todos os nossos esforços estejam concentrados na reparação de avarias na rede de baixa tensão”, acrescenta.

A empresa refere ainda que foram dirigidos para as zonas mais afetadas pelo temporal todos os meios operacionais, cerca de 1000 técnicos e 400 viaturas. Desde as primeiras horas de sábado, procedem aos trabalhos de recuperação da rede elétrica, danificada pelo temporal que assolou todo o país.

Explica que “o diagnóstico efetuado a algumas linhas de distribuição, com base no voo do helicóptero realizado ontem [domingo], foi determinante para a localização dos troços danificados, bem como a confirmação do elevado grau de destruição a que a rede foi sujeita em consequência de árvores arremessadas pelo vento”.

“Hoje de manhã, com a melhoria do estado do tempo, voltou a ser possível mobilizar o helicóptero e continuar o levantamento dos troços destruídos pelas árvores e os locais para onde encaminhar os meios especiais para as remover”, acrescenta a EDP Distribuição.

 

1.200 sem água

 

Ao início da tarde de hoje, cerca de 1.200 pessoas continuavam sem abastecimento de água na área de intervenção da Águas do Ribatejo (AR), que abrange sete concelhos e 150 mil consumidores no distrito de Santarém, informou a empresa.

Numa nota enviada ao início da tarde à agência Lusa, a AR esclarece que, devido ao temporal que se verificou na madrugada e manhã de sábado, não há fornecimento de água em localidades de quatro concelhos.

Na zona de Paço dos Negros, concelho de Almeirim, estão 600 pessoas sem água, enquanto em Alqueidão (Torres Novas), são 300 os consumidores afetados. Também no Arripiado, concelho da Chamusca, há 200 pessoas atingidas pelos cortes e nas localidades de Zebrinho e Varejola, concelho de Coruche, são 100 as pessoas ainda sem fornecimento de água.

A Águas do Ribatejo acrescenta que se registam outras situações pontuais de ruturas na zona de Marinhais, concelho de Salvaterra de Magos, “que está a tentar resolver”. A empresa salienta que as suas equipas de intervenção, em articulação com a EDP, municípios, freguesias, bombeiros e proteção civil, conseguiram solucionar a maioria das situações causadas pelo temporal, que registou “rajadas de 130 quilómetros por hora”.

Contudo, esclarece a AR, a violência do mau tempo provocou danos em vários equipamentos, que estão a funcionar de forma limitada e com recurso a alternativas. A empresa informa que, em conjunto com a EDP, está a proceder à reparação dos equipamentos e espera retomar a normalidade no abastecimento de água “tão rapidamente quanto possível”, dado que em algumas localidades ainda há falta de energia.

A Águas do Ribatejo alerta as populações para que só consumam água da rede quando esta se apresente transparente, e a estritamente necessária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.