Muitos produtos e serviços aumentam em 2013

Data:

O Governo, Banco de Portugal e as instituições internacionais esperam um abrandamento da taxa de inflação no próximo ano e que este aumento médio de preços se fique pelos 0,9% (apenas a Organização para a Cooperação de Desenvolvimento Económico espera que seja diferente, nos 0,8%). Uma subida média que resulta de um aumento no gás, na eletricidade ou no preço das telecomunicações, entre muitos outros.
Ainda assim, a subida dos preços em 2013 será substancialmente à verificada em 2012, ano em que a taxa do IVA sobre vários produtos aumentou, levando a um aumento do preço de venda ao público desses mesmos produtos. Assim, a inflação este ano deve-se ficar pelos 2,8%, segundo a estimativa do Governo, FMI, e Banco de Portugal, enquanto a Comissão Europeia espera que atinja os 2,9% e a OCDE se fique pelos 2,7%. Dos vários produtos cujos preços vai aumentar destacam-se os seguintes:

Eletricidade e gás
A eletricidade vai subir 2,8% e o gás vai aumentar 2,5% a partir de janeiro, valor que será revisto trimestralmente até ao final de 2015, altura em que o mercado ficará totalmente liberalizado.

 Telecomunicações
Falar ao telemóvel vai ficar mais caro no próximo ano, com os três operadores de telemóveis – TMN, Optimus e Vodafone – a prepararem-se para subir os seus tarifários em 3% a partir de fevereiro.

Transportes
O preço dos transportes públicos em 2013 vai aumentar “em linha com a inflação” depois de ter disparado nos últimos dois anos, com subidas consecutivas de 4,5%, 15% e 5%.
O despacho governamental que estabelece o aumento dos transportes foi publicado a 19 de dezembro e fixou em 0,9% o aumento médio para 2013 confirmando o que o secretário de Estados dos Transportes já havia assumido quando garantiu que os aumentos iriam ficar “em linha com a inflação” prevista no Orçamento do Estado para 2013, ou seja, 0,9%.

Portagens
Os preços das portagens nas autoestradas e ex-SCUT vão aumentar cerca 2,03% em janeiro, de acordo com a fórmula de cálculo que resulta da taxa de inflação homóloga, divulgada em novembro pelo Instituto Nacional de Estatística.

Tabaco e bebidas alcoólicas
O preço do tabaco e das bebidas alcoólicas deve sofrer nova alteração no próximo ano por força de mais aumentos de impostos incluídos no Orçamento do Estado para 2013.
Como nos anos anteriores, o Governo volta a decidir-se por um aumento generalizado dos impostos que incidem sobre estes produtos, o que deverá implicar um aumento no preço de venda ao público dos cigarros, tabaco de enrolar, charutos, cigarrilhas, cerveja e outras bebidas alcoólicas.

Indústria alimentar
Leite, pão e café devem manter-se no próximo ano com preços semelhantes aos de 2012: os industriais do setor admitem que face à crise têm pouco espaço de manobra para subir preços e preferem perder margens do que clientes. Referem que a exportação tem sido a tábua de salvação para muitas emrpesas do setor alimentar e bebidas e que sem exportação muitas já teriam fechado, dado a retração do consumo

Rendas
Os inquilinos com contrato de arrendamento posterior a 1990 vão ter, em 2013, um aumento máximo de 3,4%, enquanto nos outros casos a atualização será negociada com o senhorio ou calculada segundo o valor fiscal do imóvel.

Taxas moderadoras
As taxas moderadoras na saúde vão aumentar em janeiro de acordo com a inflação, com exceção das consultas de medicina geral e familiar nos centros de saúde. Segundo a lei, o valor das taxas moderadoras é anualmente atualizado ao valor da inflação divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística relativa ao ano civil anterior. Assim, uma consulta de especialidade no hospital que tem atualmente uma taxa de 7,50 euros deverá subir para 7,71 euros. Inalteradas ficarão as taxas moderadoras das consultas de medicina geral e familiar nos cuidados primários, cuja taxa moderadora atualmente é de cinco euros. Co o aumento das taxas moderadoras tem diminuido o número de consultas médicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.