Piloto português Luís Carreira morre em acidente no GP de Macau de motos

Data:

A morte do piloto português Luís Carreira, que sofreu um despiste durante a primeira qualificação da prova de motos, marcou pela negativa a 46º edição do Grande Prémio de Motos de Macau. Luís Carreira, da Bennimoto/Raider/Cetelem, participava pela sétima vez no Grande Prémio de Macau, tendo sofrido o despiste mortal na curva dos Pescadores, já na zona mais rápida do circuito.

A notícia fatídica acabou por chegar na conferência de imprensa de Costa Antunes, coordenador do evento, em conferência de imprensa. “A Comissão do Grande Prémio de Macau lamenta informar que Luís Filipe de Sousa Carreira, concorrente n.º 33, de Portugal, no 46.º Grande Prémio de Motos de Macau, sucumbiu aos ferimentos resultantes de um acidente ocorrido, esta tarde, na sessão de qualificação” disse.
O mesmo responsável explicou que o acidente, que ocorreu no dia 15 passado, “aconteceu na curva dos Pescadores, às 15:58 (07:58 em Lisboa) e não envolveu mais nenhum concorrente. As bandeiras vermelhas foram imediatamente apresentadas na sessão”, que acabaria por não ser retomada.
Costa Antunes revelou ainda que os “serviços médicos, um veículo de intervenção rápida, totalmente equipada, e uma ambulância com dois médicos de serviço, em local perto do acidente, prestaram assistência imediata ao corredor e depois do diagnóstico clínico, Luís Carreira foi imediatamente transportado de ambulância para o hospital, onde deu entrada às 16:08”. Apesar da assistência pronta e dos cuidados médicos, que incluíram reanimação “cardio-pulmunar, o concorrente não resistiu e sucumbiu aos ferimentos às 16:28”, acrescentou Costa Antunes .
O piloto português, de 35 anos, morreu num acidente na curva dos Pescadores durante a primeira sessão de qualificação do Grande Prémio de Macau de motos, quando competia no território pela sétima vez. Luís Carreira tinha regressado este ano ao Grande Prémio de Macau, depois da ausência em 2011 e de em 2010 ter desistido da corrida devido a problemas na sua moto.
A sua melhor prestação em Macau aconteceu na quarta presença, em 2008, quando conquistou o quarto lugar da prova.
O piloto nasceu a 31 de dezembro de 1976, em Lisboa, e residia em Albufeira, no Algarve, segundo a informação disponibilizada no seu portal. Foi quatro vezes campeão nacional de velocidade Stocksport 1000, em 2005 e entre 2008 e 2010. Em 2000 foi campeão do troféu Honda Hornet e em 2001 campeão do troféu Honda CBR 600.
Este ano, e pelo terceiro ano consecutivo, o piloto português participou na corrida da Ilha de Man, uma das mais importantes competições mundiais de motociclismo, entre maio e junho, tendo terminado em 21.º lugar.

PILOTOS PORTUGUESES
ABANDONARAM GP EM SINAL DE RESPEITO
Os pilotos portugueses Nuno Caetano (Suzuki 1000) e Fernando Costa (Ducati 1200) abandonaram o Grande Prémio de Macau em sinal de respeito pela morte de Luís Carreira. Em declarações à agência Lusa, Nuno Caetano explicou que a decisão foi tomada em sintonia com a Federação Portuguesa de Motociclismo e que é apenas “um sinal de respeito pelo Luís Carreira”. “Há muito tempo que não acontecia um acidente destes e achamos por bem, principalmente por respeito ao piloto Luís Carreira, abandonar a prova e entregamos hoje à organização o requerimento retirando a nossa inscrição”, disse.
Nuno Caetano explicou também que apelou aos outros pilotos em prova que fossem para a pista com uma fita preta em sinal de luto pela morte de Luís Carreira. “Quem anda nestas corridas sabe os riscos que corre, sabe o perigo que é entrar numa prova destas de alta velocidade, mas ainda assim retirando a nossa participação e a utilização de fitas pretas são sinais de respeito pela pessoa e pelo piloto que era Luís Carreira”, acrescentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.