Reino Unido: Portugueses querem criar Academia do Bacalhau

Data:

Um grupo de portugueses está a preparar a abertura em Londres de uma Academia do Bacalhau, tertúlia criada em 1968 na África do Sul de cariz solidário, disseram os promotores à agência Lusa.
Na origem do projeto está Manuel Moura, um português que já participou em reuniões semelhantes em Joanesburgo e no Porto e que deverá ser o primeiro presidente da associação na capital britânica. “Comecei a falar nesta ideia a várias pessoas há sete anos”, contou este formador em tecnologia, que reside em Watford, subúrbio a norte de Londres. Porém, a oficialização, com a presença de dirigentes de outras academias mundiais, em dezembro. A iniciativa “está a gerar grande interesse de muita gente que quer participar”, referiu outro promotor, Guilherme Rosa, diretor do escritório de representação de um banco português.
A história e reputação da Academia do Bacalhau, faz com que a iniciativa tenha a potencialidade de apaziguar diferenças e aproximar a comunidade portuguesa no Reino Unido, afirmou. Uma das ideias já em discussão é permitir que os membros tragam amigos britânicos para levar as causas do grupo mais longe, respeitando ao mesmo tempo um dos princípios fundadores, que é a ausência de interesses políticos, religiosos ou comerciais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.