Em 2050 um terço dos portugueses terá mais de 65 anos

Data:

Dentro de cerca de quatro décadas, um em cada três portugueses terá mais de 65 anos, indicam projeções que serão apresentadas amanhã, dia 14, num encontro internacional sobre demografia que vai decorrer em Lisboa.

A concretizar-se a projeção, em 2050 um em cada três portugueses terá mais de 65 anos, um aumento de mais de 50 por cento em relação à atual taxa.

Nos três cenários apresentados pelas demógrafas Maria Filomena Mendes e Maria João Valente Rosa, a menor percentagem do grupo etário designado por idosos será de 31 por cento e o maior, de 33,4 por cento. Atualmente essa taxa é de 19,1 por cento.

Este será um dos elementos que suportará o debate no encontro internacional «Presente no Futuro – Os portugueses em 2030», que a Fundação Francisco Manuel dos Santos organiza no Centro Cultural de Belém, a 14 e 15 de setembro com a participação de mais de 60 convidados, e a que assistirão presencialmente cerca de 1.200 pessoas, que pagaram 30 euros cada uma.

Embora o destaque seja o estado da população portuguesa dentro de 18 anos, as duas sociólogas fizeram projeções para mais 20 anos e concluíram que o envelhecimento da população portuguesa irá ser crescente até 2050.

O índice de envelhecimento é outro dos avaliadores do aumento da idade média da população. Dados de 2010 indicam que havia, no país, 127,9 pessoas com mais de 65 anos por cada 100 com idade inferior a 15 anos, mas em 2030 esse valor variará entre 182 e 210,6, nos dois cenários considerados mais realistas pelas investigadoras.

As variantes introduzidas pelas investigadoras são a taxa de fecundidade – número de filhos por mulher – que está previsto aumentar dos atuais 1,37 para 1,6, em 2030 e 2050, ou, no cenário mais otimista, atingir 2,0, daqui por 18 anos, e chegar aos 2,1 após mais duas décadas.

Outro fator usado nas projeções foi a esperança de vida à nascença, que aumentará quase quatro anos até 2030, em relação aos valores atuais, que se manterão iguais até 2050: para as mulheres será de 86 anos e para os homens 80.

Além de envelhecer, a população nacional vai também decrescer em qualquer dos cenários apontados. Se a taxa de fecundidade for de 1,6, os 10,57 milhões de habitantes contabilizados em 2010 descerão para 9,96 milhões, em 2030, e para 8,69, em 2050.

Se a taxa de fecundidade em 2030 for de 2,0, a população reduzir-se-á para 10,17 milhões, mas se o número de filhos por mulher aumentar para 2,1 em 2050, nesse ano a contagem populacional será de 9,38 milhões de indivíduos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.