Benifca: Contra o Chelsea marcar, marcar

Data:

O Benfica, com defesa “remendada”, mas boas recordações de Londres, tenta esta quarta-feira (19.45 horas), em visita ao Chelsea, a 12.ª reviravolta da sua história europeia, segunda em recinto alheio, nos quartos-de-final da Liga dos Campeões de futebol.

Após derrota na primeira mão (0-1), os “encarnados” conseguiram desalojar, quatro dias depois, o Sporting de Braga, já nos descontos (2-1), da liderança do campeonato luso, seguindo a um ponto do líder, FC Porto, mas viram o seu eixo defensivo mais enfraquecido. Uma sucessão de lesões, desde o argentino Garay, ao brasileiro Jardel e, agora, Miguel Vitor podem obrigar o treinador Jorge Jesus a adaptar o espanhol Javi Garcia ou mesmo o mal-amado lateral brasileiro Emerson, embora volte a contar com “El Mago” argentino, Pablo Aimar, castigado na Liga portuguesa.

O Benfica já defrontou duas vezes emblemas londrinos, tendo seguido sempre em frente, nas meias-finais da Taça dos Campeões 1961/62, diante do Tottenham Hotspur, e, mais recentemente (91/92), na memorável vitória no prolongamento (3-1) sobre o Arsenal, segunda eliminatória de uma “Champions” de formato diferente, graças ao brasileiro “Isaías e companhia”, após empate caseiro (1-1).

Os “blues” ganharam sempre as eliminatórias nas quais conseguiram um triunfo forasteiro na primeira mão, algo que sucedeu em sete ocasiões, e goza uma série de cinco vitórias seguidas em Stamford Bridge na “Champions”, além de se preparar para a sua sexta presença nas “meias” em nove anos.

O Benfica é o oitavo clube com mais presenças nas meias-finais da principal prova europeia de clubes de futebol, mas desde de 1990 que não fica entre os quatro melhores.

A equipa treinada pelo substituto de Villas Boas, Roberto Di Matteo, ganhou a visita ao Aston Villa (4-2), mas continua no quinto lugar da “Premiership”, a cinco pontos de Tottenham e Arsenal, e também o brasileiro David Luiz e o costa-marfinense Drogba estão em dúvida devido a lesões.

Apesar do registo impecável nas duas visitas a Londres, o Benfica só conseguiu ganhar três dos 14 jogos disputados em Inglaterra, alcançando ainda o empate (2-2) da presente fase de grupos diante do Manchester United.

Os “encarnados” terão, porém, como fonte de inspiração a vitória na visita ao Dínamo Bucareste, na Taça UEFA de 2000, quando também perderam por 1-0 na Luz e ganharam depois na Roménia (2-0).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.