França: Deputado diz que emigrantes estão “alarmados” mas dispostos a ajudar

Data:

O deputado social-democrata Carlos Gonçalves afirmou que os emigrantes portugueses estão “alarmados” com a situação económica em Portugal, mas mostram-se dispostos a ajudar na resolução dos problemas do país.
“As pessoas estão alarmadas com a situação que se vive em Portugal no plano económico”, disse Carlos Gonçalves.
O deputado e cabeça-de-lista do PSD pela Europa às eleições legislativas de 05 de Junho falava à agência Lusa, por telefone, após uma visita à área consular de Bordéus, França.
Carlos Gonçalves disse que a comunidade portuguesa naquela região, que está “bem integrada” e apresenta um “tecido empresarial importante”, lhe transmitiu um “sentimento de desencanto muito grande” em relação à situação económica portuguesa.
Acrescentou que os emigrantes lhe fizeram sentir também que “há da parte de todos vontade de colaborar e ajudar o país, assim saiba o país ter políticas que permitam atrair o investimento e o contributo deles”.
Na deslocação a Bordéus, Carlos Gonçalves visitou o consulado de Portugal e várias associações portuguesas da região, tendo participado ainda num jantar com representantes da comunidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.