Treinadores lusos brilham nas competições europeias

Data:

Num país deprimido, é o futebol que levanta a auto-estima dos portugueses. FC Porto, Benfica e Sp. Braga asseguraram uma presença histórica nas meias-finais da Liga Europa. O nosso futebol nunca tinha visto nada assim e o trio luso merece todos os elogios do mundo. Com este feito, outro motivo para sorrir: Portugal já tem um lugar garantido na final de Dublin. Da meia-final entre o Benfica e Sp. Braga sairá um dos finalistas. Depois resta torcer pelo FC Porto, que se eliminar o Villarreal, fará da final de 18 de Maio um embate português.

Fantástico! FC Porto, Benfica e Sporting de Braga estão nas meias-finais da Liga Europa. É o resultado da temporada mais épica da história do futebol português, que assegurou a ida de três equipas às meias-finais da competição. E já sabe que, no mínimo, uma delas – Benfica ou Sporting de Braga – vai à final de Dublin no dia 18 de Maio.

FC Porto passeou em Moscovo

Com uma vantagem de 5-1 da primeira-mão, o FC Porto não precisou de se esforçar muito em Moscovo para garantir a qualificação. Mesmo assim regressou a Portugal com mais uma goleada na fantástica caminhada que está a realizar na Liga Europa. Frente ao Spartak Moscovo, os Dragões somaram uma vantagem total de 10-3, no conjunto das duas mãos dos quartos-de-final. Os golos azuis-e-brancos tiveram a assinatura de Hulk aos 28 minutos, C. Rodriguez momentos antes do intervalo, Guarín logo aos 47 minutos, Falcao aos 54 minutos e Ruben Micael aos 89 minutos. Pelo meio Dzyuba e Ari marcaram para o Spartak.
Agora o FC Porto tem uma eliminatória difícil frente ao Villarreal que afastou os holandeses do Twente. A equipa espanhola venceu por 3-1 no terreno do Twente depois de terem golearam os holandeses por 5-1.
A primeira-mão vai realizar-se no Dragão no dia 28 de Abril enquanto que a segunda, a ter lugar no El Madrigal, disputa-se a 5 de Maio.
O Villarreal aposta tudo nestas meias-finais da Liga Europa depois de ter praticamente assegurado no campeonato espanhol um lugar que lhe dá acesso à próxima edição da Liga dos Campeões.
Com a cabeça neste duelo ibérico, o Villarreal chega Às meias-finais depois de nos 16 avos-de-final levar a melhor sobre o Nápoles, equipa revelação de Itália, e de ter eliminado o Bayern Leverkusen nos oitavos. O Twente acabou por ser o adversário mais fraco que o “submarino amarelo”, nome pelo qual é conhecido o Villarreal, teve que ultrapassa.

Benfica sofreu mas não caiu

O Benfica apresentou-se no Estádio Philips Stadion com uma vantagem confortável, depois da vitória por 4-1 conseguida no Estádio da Luz. Mas apanhou um grande susto quando a equipa holandesa marcou dois golos aos 17 minutos, por Dzsudzak, e aos 25 minutos por Lens.
A eliminatória complicava-se para os encarnados, mas o guarda-redes Roberto estava desta vez inspirado e impediu o PSV de marcar mais golos. Luisão acabou por descansar os seus adeptos quando fez o 2-1 perto do intervalo.
Na segunda-parte o Benfica alcançou o empate através da marcação de uma grande penalidade convertida por Cardozo, depois de uma falta sofrida por César Peixoto.

Guerreiros do Minho

Com dez jogadores durante quase uma hora – Paulo César foi expulso depois de uma entrada muito dura – mas com uma atitude guerreira inexcedível, o Sporting de Braga qualificou-se para as meias-finais, ao empatar em casa com o Dínamo de Kiev. A equipa liderada por Domingos Paciência, que também tinha empatado mas a um golo na primeira-mão, volta assim a fazer história com a qualificação para uma meia-final de uma competição europeia. Agora os “guerreiros do Mindo” vão defrontar o Benfica.
A jogar com menos um jogador desde os 29 minutos, o Sp. Braga fez valer a sua solidez defensiva e fantástica entreajuda entre os jogadores, o que lhe permite um fantástico feito: em oito jogos na Europa (Liga dos Campeões e Liga Europa) só sofreu golos em casa por uma ocasião, diante do Shakhtar (3-0).

UEFA troca ordem dos jogos

Por razões de segurança, a UEFA alterou a ordem dos jogos entre o Benfica e o Sporting de Braga. Assim, a meia-final da Liga Europa entre os dois clubes portugueses vai começar em Lisboa, a 28 de Abril, e fechar no Minho, a 5 de Maio.
O sorteio tinha decidido o contrário, mas devido à proximidade entre Braga e Porto e ao facto de os dragões jogarem a primeira-mão em casa, a UEFA, por razões de segurança, mudou automaticamente os locais.
O sorteio dos quartos-de-final também tinha indicado que o Sporting de Braga começaria a eliminatória com o Dínamo de Kiev em casa, mas, pelo facto de os dragões também terem sido sorteados em casa, a UEFA alterou os locais. Assim, a 28 de Abril, o Benfica recebe o Sporting de Braga e o FC Porto o Villarreal, ambos pelas 20:05. Depois, a 5 de Maio, as eliminatórias fecham em Braga e Espanha, no mesmo horário.

Treinadores de parabéns

André Villas-Boas, Jorge Jesus e Domingos Paciência estão em grande. O trio português está de parabéns ao colocar FC Porto, Benfica e Sporting de Braga nas meias-finais da Liga Europa.
Um dos factos curiosos do apuramento de FC Porto, Benfica e Sporting de Braga para as meias-finais da Liga Europa está relacionado com os “donos” dos bancos das três equipas lusas: são todos treinadores portugueses.
André Villas-Boas, que já se sagrou campeão português na sua época de estreia no FC Porto, está a convencer a Europa do futebol com uma caminhada fantástica nas competições europeias. E se dúvidas houvesse, o seu FC Porto marcou 10 golos em dois jogos frente nos quartos-de-final da Liga Europa, feito que há 50 anos ninguém alcançava.
Domingos Paciência, que é quase certo está de saída de Braga, despede-se com um feito incrível. Colocar o Sp. Braga nas meias-finais é no mínimo fantástico, numa época onde ninguém acreditava que os bracarenses conseguissem repetir a época fantástica da temporada passada.
Estar nas meias-finais da Liga Europa é o maior feito desportivo do clube, depois de ter vencido uma Taça de Portugal, uma Taça Intertoto e de ter terminado um campeonato em segundo lugar.
No Benfica, Jorge Jesus conseguiu ultrapassar o péssimo arranque no campeonato nacional e provar quão injustas foram as críticas que lhe foram dirigidas. Além disso, o Benfica de Jesus acabou com uma “maldição” de 17 anos e, após cinco falhanços consecutivos, ultrapassou os “quartos” e está pela 12.ª vez na sua história nas meias-finais de uma competição europeia de futebol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.