Preços e funerais

Data:

Todos nós que estamos emigrados deixámos os pais ou sogros em Portugal e pela ordem natural da vida um dia teremos de ser confrontados com o funeral.  Fala-se muito que algumas agências se valem e se aproveitam de quem não está por dentro das coisas e exigir altos honorários pelos serviços prestados.
Há uns anos o jornal publicou matéria sobre isto. Podiam dar novamente valores de funeral, obrigações dos herdeiros etc. para desta forma, quando estes trabalhos nos baterem à porta sabermos com o que nos vai aparecer pela frente.

MARIA HENRIQUES – França

Em momentos de luto, pelos quais todos nós passamos tem que se tomar algumas decisões na hora e uma delas, como óbvio é o funeral. A despesa de um funeral em Portugal varia consoante o preço dos serviços prestados pela funerária e taxas cobradas pelo município ou pela Junta de freguesia, onde vai ter lugar a sepultura. Não há formas de fazer o funeral sem recorrer aos préstimos de um funerária. Tal como noutro serviço, tem que se considerar a qualidade e o preço. As agências, estão obrigadas a afixar os preços dos serviços que prestam e têm de os disponibilizar ao consumidor, mais têm de fornecer um orçamento dos serviços contratados, com discriminação de cada parcela. Quando o funeral é realizado na localidade do óbito, a funerária tem ainda de informar o consumidor dos preços do serviço religioso e da capela mortuária. Como todos sabem ninguém fica por sepultar e quando a família não tem dinheiro há entidades como as Misericórdias que fazem esse serviço.
Existem os subsídios da Segurança Social para o funeral que são pagos a quem provar que pagou as despesas do funeral e em Portugal existe na lei o funeral social. O que é o funeral social? O funeral social pode ser pedido em qualquer agência funerária por qualquer cidadão, independentemente da sua situação financeira. O preço é definido por lei e actualizado todos os anos, em Outubro. Em 2011 não pode ultrapassar 366,90 euros e a título de exemplo aplica-se em todo o país e inclui: urna em madeira de pinho ou equivalente com a espessura mínima de 15 mm, ferragens, lenço, almofada e lenço; serviços técnicos prestados pela funerária, transporte fúnebre, por exemplo da capela mortuária para o cemitério.
Se pedir o funeral social, não pode realizar a cerimónia fúnebre numa localidade diferente daquela em que se encontra o corpo e se ficou insatisfeito com o serviço de uma funerária, pode escrever no livro de reclamações ou contactar directamente a ASAE. Registe ainda que em caso de falecimento de um familiar deve comunicar à Segurança Social para requerer as chamadas prestações por morte e que deve também intentar nas finanças o processo de relação de bens a habilitação à herança e posterior partilha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.