Emigração:População em Espanha tem mais homens e Reino Unido mais mulheres

Data:

A emigração portuguesa em Espanha é marcadamente masculina, enquanto no Reino Unido as mulheres são a maioria, revelam novos dados disponibilizados pelo Observatório da Emigração.
“Espanha tem uma caracterização muito masculinizada (61 por cento da população são homens) e o Reino Unido, pelo contrário, é um bocadinho mais feminina. Aliás, é uma característica das novas migrações terem uma proporção importante de mulheres”, disse à Agência Lusa Filipa Pinho, coordenadora técnica do Observatório. Filipa Pinho adiantou que as migrações laborais são, em regra, mais masculinas e que no caso de Espanha a “emigração é muito marcada pelas idas para a construção civil”.
Em Espanha, há 148.154 portugueses, dos quais 90.092 são homens e 58.062 são mulheres. O principal grupo etário é dos 40-64 anos (cerca de 57 mil), seguindo-se o grupo etário dos 25-39 anos (cerca de 52 mil). No Reino Unido, a emigração maioritária de mulheres tem sobretudo a ver com “inserções profissionais na área dos serviços”.

Mais homens no Reino Unido

Segundo os dados divulgados pelo Observatório, no Reino Unido vivem 86 mil portugueses, dos quais 45 mil são mulheres e 41 mil homens.
A maioria encontra-se no grupo etário dos 25-39 anos (33 mil), seguindo-se o grupo dos 40-64 anos (27 mil).
Depois da recolha e disponibilização da informação sobre o número de portugueses no estrangeiro, o organismo passou agora a divulgar indicadores que caracterizam essa parte da população portuguesa, começando pelas variantes “sexo e grupo etário”.
França, Estados Unidos, Brasil, Espanha, Alemanha, Venezuela e Luxemburgo são os países para os quais estes dados estão já disponíveis.
Filipa Pinho ressalva contudo que os dados relativos a alguns países, como a Venezuela ou o Brasil são relativos aos últimos censos, remontando a 2000 e 2001.
A coordenadora técnica do observatório considera, ainda assim, que se está cada vez mais próximo de um retrato mais pormenorizado e real dos portugueses no estrangeiro, considerando que o ano de 2011 trará boas perspectivas para o trabalho do organismo. Recorde-se que o ano de 2011 trará a realização de censos em vários países, inclusivamente Portugal, pelo que será possível obter resultados ainda mais actualizados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.