Três concelhos unem-se para receber feira do queijo da Serra

Data:

É a primeira vez que acontece: Fornos de Algodres, Gouveia e Seia vão ter uma única feira do queijo Serra da Estrela.
O evento está marcado para o próximo dia 5 de Março, em Seia. Nos dois anos seguintes será a vez de Gouveia, em 2012, e de Fornos de Algodres, em 2013. A feira regional decorre no âmbito da Comunidade Intermunicipal da Serra da Estrela, da qual fazem parte os três municípios.
Mas as três autarquias que apresentaram o certame deixaram claro que outros municípios da região demarcada do queijo da serra possam aderir e participar numa feira conjunta.
“Fazemos um apelo a outros colegas da região da Serra da Estrela para que se juntem a nós”, sublinhou Álvaro Amaro, presidente da Câmara Municipal de Gouveia.
Os municípios pretendem com esta feira regional reforçar o incentivo e a valorização da certificação do Queijo Serra da Estrela e criar, através das parcerias intermunicipais, formas objectivas de promoção da região e da Serra da Estrela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.