Emoções do passado com os Lenços dos Namorados

Data:

Doze anos depois da primeira grande exposição realizada na galeria Arte da Terra, os Lenços dos Namorados” da Aliança Artesanal de Vila Verde regressam em grande para a 13ª exposição organizada por aquele espaço localizado no centro histórico da cidade.
Dezenas de lenços, incluindo alguns originais, objectos em cerâmica inspirados no tema e peças da estilista Anabela Baldaque podem ser vistas até 6 de Março de 2011, na galeria A Arte da Terra (Rua Augusto Rosa nº 40, ao lado da Sé de Lisboa). Os Lenços dos Namorados terão tido origem nos lenços senhoris dos séculos XVII e XVIII, posteriormente adoptados e adaptados pelas mulheres do povo, que lhe conferiram características de índole popular. Com os conhecimentos de ponto de cruz, a moça em idade casadoira, bordava o seu lenço, com as quadras e as simbologias que brotavam da sua imaginação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.