Ex-seleccionador Carlos Queiroz suspenso e alvo de multa

Data:

Continua o diferente entre Carlos Queiroz e a Federação Portuguesa de Futebol. Agora, o Conselho de Disciplina da FPF puniu o ex-seleccionador português com três meses de suspensão e multa de 1250 euros, na sequência do processo que lhe foi movido pelo vice-presidente da FPF, Amândio de Carvalho.
Em causa está uma entrevista concedida pelo ex-seleccionador nacional ao jornal Expresso, na qual acusava Amândio de Carvalho de “ser a parte visível de uma organização que, em acção concertada”, tinha em vista o seu despedimento e que aquele decidiu “pôr a cara na cabeça do polvo”.
No acórdão tornado agora público, o CD considera que a expressão polvo é “símbolo conotado com a máfia, organização comummente conhecida e associada a práticas ilegais”.
No entendimento do Conselho de Disciplina, embora reconhecendo, por imperativos de legalidade constitucional, o direito à liberdade de expressão, o que foi dito por Carlos Queiroz extravasou os limites e juízos valorativos de uma crítica objectiva sobre factos, constituindo mesmo circunstâncias que só agravam a situação.
Para o CD, as expressões utilizadas pelo ex-seleccionador foram “injuriosas e ofensivas, ditas livre, voluntária e conscientemente com o intuito de atingirem, como atingiram, a honra, consideração e bom nome de Amândio de Carvalho”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.