Venezuela: Sócrates garante que governo está atento aos problemas dos portugueses

Data:

O primeiro ministro português enviou hoje um “sinal claro” à comunidade lusa radicada na Venezuela de que o Governo de Lisboa está do seu lado e atento aos seus problemas.

“O encontro com a comunidade portuguesa na Venezuela serve para dar um sinal claro a toda a comunidade que vocês têm o Governo [português] do vosso lado e que o Governo está atento aos vossos problemas”, disse José Sócrates em Caracas.

O primeiro ministro falava num encontro com vários empresários e representantes da comunidade lusa local, no âmbito de uma visita à Venezuela.

Por outro lado, frisou que Lisboa “quer partilhar” os problemas da comunidade portuguesa e “tudo fará” para satisfazer os seus “interesses e ansiedades”, “aproveitando a relação que tem com o Governo” da Venezuela.

“Eu sei que durante muitos anos o Governo português pouco se empenhou nessa relação e sei também que nos últimos anos eu fui o primeiro ministro que mais veio à Venezuela. Mas vim porque sempre achei que Portugal tem uma relação muito especial com o povo venezuelano e que essa relação é ditada fundamentalmente por termos aqui uma grande comunidade portuguesa”, afirmou.

José Sócrates disse ainda que está em Caracas “também por uma razão de diplomacia económica”, para “estreitar as relações económicas entre Portugal e a Venezuela”.

“Nada mais importante para a comunidade portuguesa na Venezuela do que ter uma relação comercial entre Portugal e a Venezuela forte, que haja relações entre empresas venezuelanas e portuguesas, que Portugal preste mais atenção à Venezuela do ponto de vista económico”, acrescentou.

Antes de visitar o país pela primeira vez, salientou, as relações entre os dois estados limitavam-se à importação de petróleo da Venezuela.

Sócrates disse ainda que em 2007 Portugal as exportações para a Venezuela eram de apenas 17 milhões de euros por ano e em 2009 subiram para 129 milhões, atingindo pela primeira vez um saldo positivo para Lisboa.

“As relações agora estão mais equilibradas e melhores”, referiu, considerando que isso “pode ser motivo de orgulho para a comunidade portuguesa” radicada no país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.