Turismo de Lisboa quer reforçar a gastronomia como factor de atracção turística

Data:

«Baixa no Ponto» é uma iniciativa que tem como objectivo reforçar a Gastronomia como factor de atracção turística em Lisboa.

O Turismo de Lisboa, em colaboração com a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, levou a cabo uma iniciativa intitulada «Baixa no Ponto» com o objectivo de reforçar a gastronomia como factor de atracção turística, através da melhoria da oferta e das condições de funcionamento dos restaurantes da Baixa da cidade, envolvendo, na sua fase inicial 50 estabelecimentos.
A escolha da Baixa para a realização desta iniciativa está relacionada com o facto de se tratar da zona da cidade onde se regista o maior afluxo de turistas, para os quais a deslocação a Lisboa excede as expectativas.  Tendo por meta o reforço da Gastronomia enquanto factor de atracção turística, a «Baixa no Ponto» tenta reforçar o desenvolvimento do produto Gastronomia em Lisboa que passa por três objectivos: promover Lisboa como destino gastronómico, fomentar a qualidade da restauração e criar pratos de referência a nível regional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.