Açores:Emigrante no Canadá compra «Ferry Atlântida» para operar no arquipélago

Data:

O luxuoso ferryboat Atlântida, encomendado aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) pelo Governo Regional dos Açores, entidade que acabou por o recusar devido a uma diferença mínima na velocidade máxima, poderá, afinal, acabar por fazer transporte turístico nos Açores.
Tudo porque um emigrante açoriano no Canadá, proprietário de uma empresa de transportes marítimos, acaba de apresentar uma proposta para a integração do navio no modelo de transportes que apresentou para aquela região autónoma e que prevê, inclusive, uma linha marítima entre Açores e Madeira.
“Quero dar aos meus conterrâneos aquilo que eles precisam, com toda a qualidade. O Governo Regional dos Açores já tem esta proposta em mãos”, explicou aos jornalistas John Amaral, o empresário, gerente da “Cascata do Mar”, empresa de capitais canadianos interessada no negócio. A proposta de John Amaral prevê uma rede de três navios num investimento de 100 milhões de euros.
O Atlântida, ferry encomendado pelo Governo mas entretanto rejeitado, seria utilizado em cruzeiros de nove dias por todo o arquipélago. Sobre este ferry, conforme explicou o empresário, o Governo Regional já pagou 32 milhões aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo e a proposta da empresa ao Executivo dos Açores passa por liquidar esse valor, faseado por um período de 10 anos, com pagamentos de 3,2 milhões de euros anuais.
“Prestações essas que serão pagas com o serviço de Aluguer do Navio Atlântida, para Cruzeiro de Turistas em todas as ilhas dos Açores, durante todo o ano”, acrescentou. “Não é por causa de menos de duas milhas de velocidade que se abandona um navio novo. Para o turismo isso não faz nenhuma diferença”, disse ainda o empresário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.