Madoff: Pena máxima de 150 anos de prisão para o burlão de Wall Street

Data:

A justiça norte-americana condenou hoje Bernard Madoff à pena de 150 anos de prisão, a máxima possível, considerando-o culpado da maior fraude financeira de todos os tempos.

É preciso deixar uma mensagem "mais dura possível", considerou o juiz Denny Chin ao anunciar a condenação de Madoff por onze crimes.

A pena aplicada a Madoff é a máxima possível para o tipo de delitos por que foi condenado, apesar de Madoff ter pedido desculpa às suas vítimas, em declarações no tribunal.

"Deixo um legado de vergonha à minha família. Sou responsável por muito sofrimento e muitas dores. Vivo atormentado" disse Madoff, de 71 anos, que vai ficar preso o resto dos seus dias.

"Peço desculpa", acrescentou Madoff. "Não posso justificar o meu comportamento. Não tem justificação e [por isso] não posso pedir perdão", disse ainda.

Ira Sorkin, advogado de defesa, tinha pedido ao juiz para não condenar o burlão da finança norte-americana a mais de 20 anos de cadeia, afirmando que tal pena seria "suficiente".

No entanto, muitas das vítimas pediram uma sentença a mais dura possível, incluindo uma ex-cliente de Madoff que pediu para este fique numa "gaiola atrás das grades".

Enquanto o tribunal nomeou diversos funcionários para tentar recuperar os milhares de milhões de dólares em que Madoff burlou os seus clientes, o juiz considerou que o antigo presidente da bolsa de valores tecnológicos Nasdaq "não disse tudo o que poderia ou o que sabe".

Denny Chin ressalvou ainda que não existe uma única carta de amigos ou da família em defesa do gestor de fundos caido em desgraça, afirmando que " a ausência de tal apoio diz muito".

"O simbolismo da sentença é importante por três razões – castigo, dissuasão e é importante para as vítimas", acrescentou o juiz.

Enquanto se ouviam palmas na sala de audiência quando a sentença foi conhecida, um dos lesados por Madoff disse aos jornalistas "querer ter a certeza que a cela será o caixão" do ex-gestor de fundos.

Madoff é assim condenado cerca de seis meses depois do ex-gestor – considerado um dos mais brilhantes do mundo – ter sido desmascarado como um simples burlão que geria uma das maiores fraudes financeiras da história.

A acusação diz que Madoff recebeu 13 mil milhões de dólares (9,25 mil milhões de euros). Madoff deu-se em Março como culpado de 11 acusações de fraude, perjúrio e roubo.

Entre as vítimas estavam estrelas do cinema e da alta sociedade internacional, alguns dos bancos mais famosos do mundo bem como organizações de beneficência, algumas das quais tiveram de fechar no seguimento do escândalo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.