Remessas de emigrantes caíram oito por cento nos primeiros quatro meses

Data:

Segundo dados do Banco de Portugal divulgados em Junho, as remessas dos emigrantes portugueses no estrangeiro ascenderam 676 milhões de euros nos primeiros quatro meses do ano, o que significa uma diminuição de oito por cento face aos mesmos quatro meses de 2008. A redução é considerada como sendo mais um impacto da crise que está a ditar uma diminuição do dinheiro que entra na economia portuguesa vindo do estrangeiro.
A redução das remessas é revelada numa altura em que se verifica um aumento do número de portugueses a residir no estrangeiro. Em Março, a Direcção-Geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesas (DGACCP) revelava que em 2007-2008 emigraram mais 22.726 portugueses do que em 2006-2007.
Ainda de acordo com os dados do Banco de Portugal as remessas dos estrangeiros residentes em Portugal para os seus países de origem, também diminuíram. Até Abril os imigrantes enviaram 161 milhões de euros para o estrangeiro, o que representa uma redução de três por cento face ao período homólogo.
Contas feitas aos números de remessas enviadas e recebidas segundos os dados do boletim estatístico revelam que o saldo continua claramente favorável a Portugal, embora perdendo expressão – o saldo de 515 milhões de euros registado até Abril representa um recuo de 9,7 por cento em termos homólogos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.