FENADEGAS e SISAB assinam protocolo na presença do Ministro da Agricultura

Data:

Antes da inauguração oficial pelo ministro da Agricultura, Jaime Silva, da Festa do Vinho do Cartaxo e no decorrer do seminário «Adegas Cooperativas», que decorreu no auditório municipal da Quinta das Pratas, foi assinado um protocolo entre a FENADEGAS (Federação Nacional das Adegas Cooperativas) e o SISAB (Salão Internacional do Vinho, Pescado e Agro-Alimentar) bem como outro protocolo entre a FENADEGAS e a AMPV (Associação dos Municípios Portugueses do Vinho).
Segundo Manuel Costa e Oliveira, secretário-geral da Fenadegas “ este protocolo é muito importante para o dia a dia da federação e em particular para as adegas cooperativas.
O primeiro protocolo tem a ver com a problemática da internacionalização e a FENADEGAS elegeu como seu parceiro no reforço da internacionalização dos nossos vinhos, escolheu precisamente a Mundiventos e com o conhecido e reconhecido SISAB que é, um certame, ou seja um evento muito mais alargado que uma simples feira, escolhemos o  SISAB para nos protocolarmos e através deste protocolo, tentar descortinar situações de privilégio para as Adegas Cooperativas, e tentarmos  dar uma atenção aos agentes económicos internacionais para visitar Portugal e as adegas cooperativas, fazer negócios e aproveitar o semanário Mundo Português, que todos conhecem. São essas as grandes linhas, deste protocolo que vamos assinar com o administrador aqui presente Carlos Morais, para reforçar toda a estratégia da internacionalização. Este protocolo foi assinado entre o presidente da FENADEGAS Jorge Basto Gonçalves e por Carlos Morais administrador do SISAB”.
O  segundo protocolo foi assinado entre esta Associação a FENADEGAS e a AMPV (Associação dos Municípios Portugueses do Vinho), cujo presidente é o presidente da Câmara do Cartaxo  – Paulo Castro Caldas. Segundo Manuel Costa Oliveira “foi entendimento entre a direcção da FENADEGAS e a  AMPV que esta associação tem um conhecimento exacto sobre as adegas cooperativas portuguesas e todos os seus autarcas tem sobre as mesmas uma grande disponibilidade. A FENADEGAS reconhece na AMPV de uma forma muito evidente a sua qualidade de representatividade dos municípios portugueses que tem uma forte dependência da vitivinicultura”.
Segundo o protocolo entre o SISAB e a FENADEGAS,  o SISAB   vai divulgar entre outras as acções das Adegas Associadas na Fenadegas no estrangeiro e, serão criadas condições específicas de forma a assegurar a presença de um maior número de Adegas Cooperativas associadas da Fenadegas, durante os próximos três anos no SISAB. A informação neste jornal, vai no sentido de dar uma maior projecção internacional e acesso dos vinhos portugueses aos mercados de exportação.
Jorge  Basto Gonçalves, presidente da Fenadegas, referiu a O Emigrante/Mundo Português que “este protocolo assinado entre a FENADEGAS e o SISAB é uma iniciativa muito interessante para a FENADEGAS e para o sector dos vinhos, no âmbito da internacionalização dos vinhos e da imagem das adegas cooperativas sobretudo no mercado externo, onde nós  precisamos claramente de reforçar a nossa presença, e, estamos convencidos que no seio do sector cooperativo existem empresas de grande qualidade e de grande futuro”.  O responsável acrescentou ainda  ser necessária “uma visão optimista do sector cooperativo”. “Estamos convencidos que o sector cooperativo tem todas as condições para se desenvolver, para singrar e continuar a desenvolver uma imagem de qualidade, dos vinhos portugueses, quer, no mercado interno, quer no mercado externo, e contamos com a colaboração,  nomeadamente com a  estrutura associada ao SISAB para que essa imagem  se possa evidenciar mais em todo o mundo”, destacou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.