Macau: PJ desmantelou grupo de apostas ilegais que recebeu 40 milhões de euros em três meses

Data:

A Polícia Judiciária de Macau desmantelou uma rede de apostas ilegais em corridas de cavalos e nos jogos do Europeu de futebol que recebeu em três meses cerca de 500 milhões de dólares de Hong Kong (40 milhões de euros).

Na operação foram detidos seis homens — três de Hong Kong e três de Macau — sendo quatro dos elementos irmãos e com idades entre os 30 e 50 anos, revelou hoje a Polícia Judiciária de Macau.

O desmantelamento da rede, a maior de apostas ilegais alguma vez detectada em Macau e que actuava desde 2006, permitiu aos agentes recuperarem diverso material utilizado na recepção das apostas como computadores e telefones, caixas de vinho contendo um total de 124 garrafas e cerca de 320.000 dólares de Hong Kong em dinheiro (25.600 euros).

Além das corridas de cavalos em Hong Kong e Macau, o grupo, cujo cabecilha será cidadão de Hong Kong, dedicava-se também a apostas nos jogos do europeu de futebol.

O grupo foi detido num apartamento da península de Macau e noutro da ilha da Taipa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.