Imobiliária de Pinto da Costa foi alvo de buscas

Data:

A imobiliária de Cedofeita, propriedade de Pinto da Costa, foi hoje alvo de buscas, mas o presidente do FC Porto diz desconhecer os factos que lhe são imputados e no âmbito de que processo a diligência foi realizada.

Em declarações à agência Lusa, o advogado de Pinto da Costa afirma que o seu cliente desconhece os factos pelos quais é arguido.

«O senhor Pinto da Costa não tem conhecimento, dado por qualquer entidade responsável, de nenhum facto. A única coisa que sabe é que é aquilo que foi divulgado recentemente pela comunicação social», afirmou Gil Moreira dos Santos à Lusa.

A notícia das buscas à imobiliária de Cedofeita, da qual Pinto da Costa é accionista maioritário e único administrador, foi avançada pelo site do FC Porto.

Gil Moreira dos Santos adiantou também que Pinto da Costa «tem conhecimento de que está a ser alvo de um processo, mas que desconhece por completo os factos que lhe são imputados».

Sem dar quaisquer pormenores sobre as buscas, o comunicado refere apenas que Pinto da Costa se «congratula com a realização da diligência», acreditando que este vai contribuir para «dissipar toda e qualquer dúvida relacionado com a actividade da sociedade».

Recentemente, denúncias da antiga companheira de Pinto da Costa Carolina Salgado terão dado origem à abertura de um processo de inquérito-crime pela Equipa de Coordenação do Processo Apito Dourado (ECPAD), liderada por Maria José Morgado.

As declarações de Carolina Salgado foram proferidas em finais de 2006 e deram origem a uma queixa-crime apresentada por Pinto da Costa contra a sua ex-companheira no Ministério Público, por as considerar caluniosas.

Carolina Salgado levantava dúvidas e terá fornecido «alguns pormenores» sobre dinheiros de compra e venda de atletas para a equipa do FC Porto e terá abordado alegados casos de envio de dinheiro para o estrangeiro.

A queixa-crime de Pinto da Costa deu origem à abertura de um processo de inquérito que já foi arquivado e é no próprio despacho de arquivamento que é referido pelo juiz o avanço da averiguação sobre branqueamento de capitais e fraude fiscal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.