Tratado de Lisboa: Mil efectivos da PSP garantem segurança

Data:

Cerca de mil efectivos da PSP vão estar envolvidos na operação de segurança da cerimónia de assinatura do Tratado de Lisboa, que decorre esta quinta-feira, no Mosteiro dos Jerónimos.

Em relação ao trânsito, a circulação na zona do Mosteiro dos Jerónimos está condicionada desde quarta-feira à tarde.

O Comando Metropolitano de Lisboa vai garantir a segurança nas imediações do Mosteiro e também nos hotéis onde estão hospedados os participantes na cerimónia. As altas entidades dos 27 Estados-membros da União Europeia são ainda ser acompanhadas por 60 motociclistas nas deslocações por Lisboa.

Na operação estão também envolvidos elementos do Corpo de Segurança Pessoal, do Corpo de Intervenção, do Grupo de Operações Especiais e do Centro de Inactivação de Explosivos e Segurança em Subsolo e do Grupo Operacional Cinotécnico (com cães).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.