Presidente Putin de visita a Portugal com Cimeira à vista

Data:

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, realiza hoje uma visita oficial a Portugal dominada pelas questões culturais e políticas. Vladimir Putin chega a Lisboa ao princípio da tarde (14:55) de hoje e segue directamente para o Mosteiro dos Jerónimos, para as cerimónias militares reservadas aos chefes de Estado e a habitual cerimónia de deposição de uma coroa de flores no túmulo de Camões.
Os presidentes de Portugal e da Rússia seguem depois para o Palácio de Belém para se reunirem, a partir das 15:55, estando previstas declarações à imprensa de ambos cerca das 16:30. Depois de Cavaco Silva, Putin vai encontrar-se com o primeiro-ministro português, José Sócrates, no Palácio de São Bento às 16:50, após o que serão assinados uma série de acordos bilaterais.
Ao final da tarde (19:30), Vladimir Putin é recebido por Cavaco Silva no Palácio da Ajuda para a inauguração oficial, seguida de visita guiada, da exposição "De Pedro, o Grande, a Nicolau II – Arte e Cultura do Império Russo nas Colecções do Hermitage". O programa segue com um concerto de piano, previsto para as 20:30 e oferecido pelo presidente russo ao seu homólogo português e o tradicional banquete oficial, também no Palácio da Ajuda.
Cavaco Silva reúne-se pela primeira vez com o presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, numa visita oficial que o Chefe do Estado português quer que ajude a criar "um bom clima" para a cimeira União Europeia-Rússia.
Na véspera do início da visita oficial de um dia de Putin a Portugal, fonte da Presidência da República disse à Agência Lusa que "o bom clima das relações bilaterais pode reflectir-se na Cimeira da União Europeia (UE) com a Rússia", sexta-feira em Mafra.
Apesar de não ter sido divulgada a agenda do encontro, os dois presidentes deverão analisar as relações entre os dois países, sem qualquer contencioso, e também a cimeira que juntará Putin e José Sócrates, primeiro-ministro português e presidente do Conselho Europeu.
Por seu turno, o primeiro-ministro José Sócrates e o presidente russo, Vladimir Putin, presidem, em Lisboa, à assinatura de acordos económicos entre Portugal e Rússia, um deles para desenvolver uma linha de crédito de 200 milhões de euros.
Segundo fonte do executivo de Lisboa, a assinatura dos acordos bilaterais ao nível económico insere-se num clima político "muito positivo nas relações entre Portugal e a Rússia" – ambiente que foi "cimentado" com a visita de José Sócrates a Moscovo, em Maio passado.
Ao nível de acordos bilaterais, os governos de Lisboa e de Moscovo vão assinar pelo menos três nas áreas financeira e económica (infra-estruturas e vias de comunicação).
Já em preparação desde Maio passado, com a supervisão do ministro de Estado e das Finanças, Teixeira dos Santos, a linha de crédito de 200 milhões de euros vai envolver a Caixa Geral de Depósitos e um banco russo.
Segundo o texto do acordo, os dois bancos vão prestar "colaboração mútua na identificação e desenvolvimento de oportunidades na exportação de bens e serviços portugueses e russos".
A Caixa Geral de Depósitos e o banco russo vão também concertar-se para promover o investimento directo de empresas russas em Portugal e de empresas portuguesas na Rússia.
No caso dos investimentos nacionais, a linha de crédito apoiará sobretudo projectos de investimento na construção de infra-estruturas russas. No total, 1.300 elementos das forças policiais garantirão a segurança do presidente russo durante os dois dias em que permanecerá em Portugal.
Esta é a segunda visita oficial de Vladimir Putin a Portugal, depois de em Novembro de 2004 o presidente russo ter quebrado mais de dois séculos de 'jejum' ao retribuir em Lisboa a visita de Estado que o presidente Jorge Sampaio fez à Rússia em Outubro de 2001.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.