Carro alegórico luso na Parada das Rosas recebe donativos

Data:

O carro alegórico que vai representar as comunidades luso-americanas na Parada das Rosas, de Pasadena, estado da Califórnia, já está a ser construídos, graças a contribuições individuais que vão de um a 10.200 dólares. Em 119 anos de desfile, esta será a primeira vez que as comunidades luso-americanas vão estar representadas.

O carro alegórico terá um custo de 100 mil dólares mas a comissão coordenadora do projecto só conta ainda com 75 mil em donativos e promessas, mantendo a esperança de que os fundos angariados cubram também as despesas referentes à inscrição na parada, correio e impressos. “Os custos são grandes, mas também é a primeira vez que as comunidades luso-americanas estarão representadas nesta parada e numa edição que tem como «grand marshal» um luso-americano, Emeril Lagasse”, disse Anthony Bettencourt, coordenador deste grandioso projecto. O chefe Emeril Lagasse é uma figura popular da televisão americana na rede Food Network com as rubricas «Essence of Emeril» e «Emeril Live» que têm uma audiência diária potencial de 85 milhões de lares. Lagasse gere também uma rede de 10 restaurantes com o seu nome e é autor de inúmeros livros de culinária.
Segundo Anthony Bettencourt, a organização tem recebido “donativos de toda a parte dos Estados Unidos, mas as celebrações do Espírito Santo na Califórnia têm sido os apoiantes mais generosos deste projecto.” “O contributo mais generoso que recebemos foi de 10.200 dólares dado por um casal da Califórnia”, disse à Lusa o responsável, fazendo uma referência, contudo, a montantes mais pequenos mas carregados de um enorme peso emocional. “O montante mais pequeno que recebemos”, disse Anthony Bettencourt “foi de um dólar. Foi enviado por uma senhora que desse modo quis honrar a memória do marido na medida das suas posses. Seis meses mais tarde, enviou-nos 10 dólares. Também temos um donativo de dois dólares.”

Desfile a 1 de Janeiro

O carro alegórico luso-americano que desfilará a 1 de Janeiro de 2008 na Parada das Rosas, em Pasadena, foi concebido pelo artista Raul Rodriguez, de Los Angeles, autor de mais sete projectos de carros alegóricos para a Parada das Rosas do próximo ano. A construção do carro alegórico está a cargo da empresa Chisma Floats, de Azusa, Califórnia, que dista 25 quilómetros de Pasadena.
As decorações finais começarão a ser aplicadas em 26 de Dezembro e ao longo dessa última semana será várias vezes julgado até que ao meio-dia de 31 de Dezembro, as decorações serão concluídas. Às 1h30 da manhã de 1 de Janeiro de 2008, o carro estará já no lugar indicado para o desfile, que será presenciado por centenas de milhares de pessoas ao longo do percurso e por milhões de espectadores que seguem o desfile pela televisão.
A Luso-American Education Foundation (LAEF) é a âncora do projecto, com uma conta exclusivamente para esta iniciativa, sendo os donativos dedutíveis na declaração de impostos. A Luso-American Education Foundation, criada em 1963 e com sede em Dublin, Califórnia, desenvolve neste estado um  importante papel no apoio ao acesso de luso-americanos ao ensino superior através da concessão de bolsas de estudo e na divulgação da cultura portuguesa. 

Registe-se gratuitamente na nossa área reservada onde pode ter acesso à edição em PDF do jornal O Emigrante/ Mundo Português.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.